Empregos e Carreira

MERCADO DE TRABALHO

O Sobe e Desce das Profissões

O Sobe e Desce das Profissões

INFOMONEY

03/02/2011 - 13h33
Continue lendo...

Turismo ou jornalismo? Engenharia ou matemática? Quem está prestes a escolher que profissão seguir fica sempre com a cabeça cheia de dúvidas. Uma delas, certamente, diz respeito ao que estará em alta ou em baixa nos próximos anos.

A mesma dúvida, aliás, paira sobre aqueles que acabaram de se formar e estão prestes a entrar no mercado de trabalho. "Será que a minha profissão tem mercado ou será complicado encontrar uma colocação?"

De acordo com o diretor-geral da Trabalhando.com, especialista em mercado de trabalho, Renato Grinberg, apesar dos rumores de um possível aumento na inflação e até de alta de juros e preços em 2011, alguns empresários e investidores continuam com expectativas positivas, sobretudo, porque espera-se um reaquecimento econômico.

Veja algumas profissões que estão em ascensão no mercado de trabalho, e outras que têm apresentado crescimento menor nos últimos anos:


SOBE/ENGENHARIA - Eventos como a Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos, que acontecem no Rio de Janeiro dois anos depois, que mobilizam investimentos em infra-estrutura pelo país, beneficiam os profissionais da construção civil, segundo Renato Grinberg, especialista em mercado de trabalho.

SOBE/HOTELARIA E TURISMO - A aposta do mercado para os próximos anos é que profissões no setor turístico será impulsionada pela Copa do Mundo e pelos Jogos Olímpicos do Rio-2016.
 

SOBE MÉDICOS - Apesar da aposta no crescimento de profissões relativamente novas, como nas áreas de engenharia ambiental e hotelaria, o especialista em mercado de trabalho Renato Grinberb acredita que profissões mais 'tradicionais' também devem se beneficar com o crescimento econômico recente e os próximos eventos que o Brasil acolherá nos próximos anos.


SOBE/DIREITO - Profissionais de direito e administradores de empresa também devem se beneficiar no mercado de trabalho brasileiro nos próximos anos, aposta o especialista Renato Grinberg.

DESCE/JORNALISMO - Profissionais de comunicações, segundo Renato Grinberg, verão o mercado encolher nos próximos anos. A notícia, porém, não é tão ruim. "Um jornalista, por exemplo, pode buscar uma especialização em meio ambiente ou sustentabilidade", diz o especialista em mercado de trabalho.

 

 



 

MATO GROSSO DO SUL

Concurso da Polícia Civil terá vagas para investigadores e escrivães

Delegado-geral informou que tratativas estão avançadas e governador já sinalizou positivamente a abertura do concurso em breve

05/06/2024 16h30

Concurso da Polícia Civil deve ser lançado em breve

Concurso da Polícia Civil deve ser lançado em breve Foto: Arquivo

Continue Lendo...

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul abrirá concurso público com vagas para os cargos de escrivães e investigadores. 

A informação foi confirmada pelo delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Lupérsio Degerone Lúcio, em entrevista à uma emissora de televisão.  Conforme o delegado, há uma demanda de reposição do efetivo. 

"Estamos tratando disso com a Sejusp [Secretaria Estadual de Justiça e  Segurança Pública] e junto ao governador Eduardo Riedel. Ele já viu a sensibilidade dessa demanda e sinalizou positivamente para equicioná-la", disse. 

O delegado-geral não detalhou quantas vagas serão abertas e quando deve ser publicado o edital, mas disse que as tratativas "estão avançadas". Os salários e demais especificações também será digulgados em edital.

O delegado ressaltou que todo o efetivo passa por constante capacitação, treinamento e aperfeiçoamento, além dos investimentos em infraestrutura.

No entanto, há novos projetos de implantação de salas lilás em municípios do interior do Estado, que também mão de obra qualificada, mesmo com parcerias com os municípios, que servem servidores para os atendimentos.    

Sala Lilás é um espaço criado para prestar atendimento especializado e humanizado às mulheres vítimas de violência física e sexual. 

Por fim, o delegado-geral também cita que há uma demanda crescente no Estado e no País, relativo ao aumento de crimes cibernéticos e que já está em estudo a possibilidade de criar e instalar uma delegacia estadual de repressão a estes tipos de crimes, o que também irá demandar pessoal.

"Levantamos as necessidades e estamos em tratativas, conversamos semana passada, o governador sinalizou positivamente. Precisamos desse concurso e as tratativas estão avançadas", reforçou o delegado-geral.

Concursos anteriores

Lupérsio Degerone Lúcio relembrou ainda que houve um concurso público da Polícia Civil de MS em 2017, com processo de judicialização que, segundo Lupérsio, atrapalhou a deflagração de um novo certame.

Neste concurso, foram 38.262 inscrições para 210 vagas distribuídas nos cargos de investigador (100), escrivão (80) e delegado (30). Os salários variavam, na época, de R$ 3.888,26 a R$ 14.978, 26.

Em 2021 também houve concurso público, mas este com vagas para delegado, perito papiloscopista, agente de polícia científica, médico legista e perito criminal. No total, foram 263 vagas, com salários variando de R$ 7.377,66 a R$ 17.014,18.

Sendo 4.143 para Delegado Civil; 3.021 para Perito Papiloscopista; 2.523 para Agente de Polícia Científica; 324 para Perito Médico-legista e 1.502 para Perito Criminal.

OPORTUNIDADE

Prefeitura abre seleção para 2 cargos com salário de R$ 1,4 mil

Contratação será temporária para os cargos de auxiliar de manutenção e merendeiro, com jornada de trabalho de 40 horas semanais

20/05/2024 13h00

Prefeitura abre processo seletivo para dois cargos

Prefeitura abre processo seletivo para dois cargos Divulgação/ Prefeitura de Campo Grande

Continue Lendo...

A Prefeitura de Campo Grande abriu processo seletivo simplificado para os cargos de auxiliar de manutenção e merendeiro.O processo será para formação de cadastro reserva e a contratação dos que forem chamados será em caráter temporário.

O edital foi publicado no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (20).

Ambos os cargos exigem que o candidato seja alfabetizado. O salário é de R$ 1.412,00, com jornada de 40 horas semanais.

Conforme o Executivo Municipal, o cadastro é "para efeito de proceder à recomposição gradativa do quadro de pessoal temporário em setores específicos da Prefeitura de Campo Grande, para substituir vacâncias e, portanto, assegurar a prestação dos serviços públicos essenciais à população do Município".

A inscrição é gratuita e deve ser feita presencialmente, nos dias 22 e 23 de maio, das 7h30min às 11h e das 13h às 17h30min, na Secretaria Municipal de Educação, localizada na Rua Onicieto Severo Monteiro, n. 460, Vila Margarida.

O candidato deve levar documentos pessoais, comprovantes de qualificação, no caso de merendeiros, e experiência profissional, além da ficha de inscrição preenchida. A ficha está disponível para download no site da Secretaria Municipal de Gestão.

A seleção será feita exclusivamente por meio de avaliação da experiência profissional, mediante análise da documentação protocolada pelos candidatos.

O resultado final será homologado pela Secretaria Municipal de Gestão, com a relação dos nomes dos candidatos aprovados e classificados em ordem decrescente da pontuação obtida.

A divulgação da lista de aprovados, assim como convocação, será feita em Diário Oficial.

A convocação ocorrerá quando houver vacância de função, sendo chamados os aprovados por ordem de classificação.

São requisitos básicos para a contratação:

  • ter sido aprovado no presente processo seletivo;
  • ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • possuir a idade mínima exigida para assumir a função;
  • estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino;
  • ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função;
  • não ocupar cargo, emprego ou função pública e não acumular proventos de aposentadoria pagos por previdência pública federal, estadual ou municipal
  • entregar todos os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para a função;
  • comprovante da escolaridade correspondente à função;
  • não ter sido demitido por justa causa, em razão de falta grave, mediante decisão dequalquer esfera governamental, nos últimos cinco anos.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).