Clique aqui e veja as últimas notícias!

DENÚNCIA

Banco é multado em R$ 260 mil por creditar empréstimos sem autorização

Banco depositava dinheiro na conta de indivíduos que não solicitaram nenhum tipo de empréstimo
27/01/2021 13:33 - Naiara Camargo


A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul (Procon-MS) aplicou uma multa de R$ 262.628,00 ao Banco C6 Consignado.

A penalidade foi aplicada após apuração de 13 denúncias de pessoas que constataram depósitos de dinheiro em suas contas, referente a empréstimos não solicitados.

Últimas notícias

Ao apurarem as denúncias, fiscais do Procon confirmaram que tal valor foi depositado pelo Banco C6. A instituição não possui agências físicas, e seus serviços são integralmente online.

O superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, alerta que quando um cidadão descobrir que ingressou um empréstimo na sua conta, sem a sua autorização, imediatamente deve entrar em contato com o banco. 

Se o banco não responder, ele deve abrir um processo administrativo no Procon rapidamente.

“É importante o consumidor ficar atento porque isso é uma armadilha. O consumidor fica escravizado por empréstimo consignado sem autorização, pagando juros abusivos por muito tempo e isso pode impactar inclusive na sua margem de crédito”, reitera.

E, para não cair em ciladas, Salomão orienta que é fundamental que o consumidor sempre monitore sua conta bancária. 

Aconselha que semanalmente tire extratos, olhe como está seu custeio e faça a análise da sua conta bancária.

Se por ventura aparecer algum crédito desconhecido, imediatamente deve entrar em contato com o banco para saber da onde veio esse crédito.

Reclamações podem ser feitas neste site.

Denúncias pelo App “MS Digital”

O Procon-MS também está no aplicativo “MS Digital”. Além de outros serviços disponibilizados, denúncias e reclamações também podem ser feitas pelo app.

É fácil e rápido: basta ir ao ícone “Procon” e depois na aba “denúncia”. A partir daí, aparecerão seis passos (tipo de denúncia, tipo de lugar, anexo de fotografias, descrição do ocorrido em até 200 caracteres e endereço do local) para preenchimento.

A denúncia cairá automaticamente no sistema do Procon e, a partir dela, o estabelecimento estará sujeito às penalidades cabíveis, caso as denúncias sejam concretas.

Com a inovação tecnológica, é possível evitar aglomerações desnecessárias nos postos do Procon e conter o contágio do novo coronavírus, além de evitar que o cidadão saia de casa sem necessidade.