Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VERBAS

Estado começa a liberar socorro de R$ 20 milhões para municípios

Acordo entre Assembleia e Governo permitiu liberação do valor de emendas parlamentares
16/04/2020 16:42 - Súzan Benites


Governo do Estado começou a liberar nesta quinta-feira (16) os R$ 20 milhões em emendas parlamentares, que serão aplicados nas ações de combate à Covid-19 (novo coronavírus). Os recursos irão para os fundos municipais de Saúde dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Um acordo entre Assembleia Legislativa e Governo do Estado permitiu a liberação dos recursos. O valor corresponde a parte dos R$ 36 milhões em emendas parlamentares disponíveis na Casa de Leis.

A destinação dos recursos foi decisão unânime entre os 24 deputados. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Correa (PSDB), disse que a Assembleia não falhou no momento em que o Estado mais precisa com a decisão dos deputados em direcionar suas emendas para auxiliar no combate ao coronavírus. 

“Quero agradecer ao governador Reinaldo Azambuja pelo pronto atendimento das nossas reivindicações, e dizer aos nossos colegas de parlamento que esse dinheiro estará disponível às prefeituras por conta da decisão de cada um de nós neste momento delicado que atravessamos. Parabéns ao governador. Parabéns aos nossos deputados”, disse Paulo Correa.

Em entrevista à TV Morena, no dia 6 de abril, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) havia adiantado que a ajuda financeira seria transferida em breve. “Não precisa assinar convênio. O dinheiro é encaminhado automaticamente aos fundos e os prefeitos podem direcioná-lo conforme cada prioridade”, revelou o gestor estadual.

A medida atende às necessidades dos municípios diante da epidemia da Covid-19. Azambuja acrescentou que o Governo segue empenhado em alocar mais recursos tanto para amenizar as perdas econômicas em razão da crise causada pela doença como para aquisição de insumos e leitos.

“Estamos analisando todas as equações de onde podemos economizar, de quais locais podemos paralisar uma atividade, de locais que possam ter recursos para disponibilizá-los. Temos publicado suplementações, todos os dias praticamente estamos fazendo isso”, disse o governador.

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.