Clique aqui e veja as últimas notícias!

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Fim do auxílio emergencial deve deixar mais de 22 milhões sem benefício algum

Última parcela vai do auxílio vai ser depositada no domingo (31) e não tem prorrogação confirmada
27/10/2021 21:00 - FOLHAPRESS


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo federal deposita neste domingo (31), a última parcela do auxílio emergencial, criado para auxiliar trabalhadores informais, MEIs (microempreendedores individuais), autônomos e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus. Sem a sua prorrogação, mais de 22 milhões de pessoas ficarão sem receber qualquer benefício em novembro.
No mês que vem, o governo federal irá substituir o Bolsa Família por um novo programa social, o Auxílio Brasil. O objetivo do governo Bolsonaro é "ampliar o número de famílias atendidas atualmente, zerando a fila de espera ainda neste ano". "Em dezembro, o número de beneficiados passará de 14,6 milhões para cerca de 17 milhões, o que contemplará todo o público já habilitado e outras famílias que atendem aos critérios de elegibilidade ao programa", afirma o Ministério da Cidadania.