Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRONTEIRAS FECHADAS

Comércio da fronteira sente impactos do Covid-19

Além de fronteiras fechadas, Paraguai tem toque de recolher
19/03/2020 17:16 - Súzan Benites


O Paraguai decretou toque de recolher durante a noite e madrugada no país nesta semana. Conforme informações do jornal ABC Color estão permitidos somente serviços essenciais como táxis, aplicativos, serviços de entrega, fornecimento de mercadorias e motéis. Ontem o país intensificou o fechamento da fronteira com o Brasil em Mato Grosso do Sul e no Paraná. Com isso muitos comerciantes fecharam as portas.

Segundo o presidente da Câmara de Comércio e Turismo de Pedro Juan Caballero, Victor Barreto, a fronteira está parcialmente fechada. “Algumas pessoas estão entrando pela imigração. Quanto ao toque de recolher está tudo tranquilo, o pessoal está respeitando, 20h não temos maiores problemas. Mas o comércio fronteiriço está morto, pelo fato de não ter mais turistas, os comerciantes fecharam pelo custo benefício”.

O Ministro paraguaio, Euclides Acevedo, concedeu entrevista ao ABC Color e explicou que o toque de recolher é para evitar a aglomeração e a exposição desnecessária de pessoas. “Em caso de violação da medida, a Polícia do País poderá prender as pessoas e disponibilizá-las ao Ministério Público”, informou Euclides Acevedo .

De acordo com o ministro, a orientação é que as pessoas comprem combustíveis antes das 20h ou até às 21h. “Não apenas devido a essa restrição de aglomeração, mas também para evitar provocar criminosos, que certamente vão querer tirar proveito de neste momento também”, disse Acevedo.

FECHAMENTO

Na tarde desta quarta-feira (18), o exército paraguaio fechou a fronteira com o Brasil em Pedro Juan Caballero, cidade que faz divisa com a cidade sul-mato-grossense Ponta Porã. Conforme informações dos comerciantes que atuam na fronteira, os policiais paraguaios estavam na divisa dos países informando que a partir desta quinta-feira (19) nenhum brasileiro entraria.

O empresário Alejandro Aranha, disse que somente os estrangeiros ou pessoas em tratamento médico estão passando. “Ninguém entra ou sai a partir de amanhã. Apenas os estrangeiros que estejam passando por aqui ou os que precisam de tratamento médico”, informou ao Correio do Estado.

PONTE DA AMIZADE

Durante a tarde desta quarta-feira, a Ponte Internacional da Amizade, que faz fronteira entre a Ciudad Del Este e Foz do Iguaçu já havia sido fechada após determinação do governo do Paraguai. Conforme informações do jornal O Dia, o bloqueio será de 15 dias.

O Paraguai contabiliza nove casos confirmados para Covid-19 de acordo com as notícias locais. O país vizinho determina que os turistas sem documento paraguaio que estejam voltando para o Brasil, caminhoneiros e veículos com mercadorias podem entrar. Já os paraguaios que estejam voltando serão obrigados a ficar em quarentena por 14 dias.

BRASIL

O governo federal publicou portaria nesta quinta-feira (19) restringindo a entrada de estrangeiros pelas fronteiras com países sul-americanos em razão da pandemia do novo coronavírus. Fica restrita a entrada por via terrestre de pessoas dos seguintes países: Suriname, Guiana Francesa, Guiana, Colômbia, Bolívia, Peru, Paraguai e Argentina. A limitação para a Venezuela já havia sido divulgada ontem (18). A fronteira com o Uruguai será objeto de uma portaria específica, uma vez que os dois governos ainda analisam a melhor solução.

A medida foi recomendada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em nota técnica elaborada pela equipe do órgão. A justificativa é o risco de contaminação e disseminação do novo coronavírus. Brasileiros continuam podendo entrar no Brasil vindo dos países mencionados. Imigrantes com autorização de residência definitiva no Brasil e profissionais em missão de organismo internacional ou autorizados pelo governo brasileiro também poderão entrar no país.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.