Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMPANHIA AÉREA

Governo monitora situação da Latam Airlines, diz ministro

Companhia aérea pediu recuperação judicial nos EUA
27/05/2020 03:00 - Agência Brasil


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou nesta terça-feira (26) que o governo federal está monitorando a situação da Latam Airlines, maior empresa aérea da América Latina, que anunciou pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos. Na avaliação do ministro, a decisão da companhia foi cuidadosa e não há preocupação de que ocorra algo parecido no Brasil. 

"É um movimento que nós estamos monitorando, é um movimento bastante pensado, e que no Brasil não aconteceu porque eles [Latam] estão confiando na linha de capital disponível pelo BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social], estão trabalhando para cumprir os requisitos, e essa linha vai ser importante para as demais companhias. Então, a gente está monitorando e estamos bastante tranquilos, até o momento, com a situação dessas empresas", afirmou o ministro durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.  

O Grupo Latam Airlines pediu recuperação judicial nos Estados Unidos nesta terça-feira por causa dos efeitos da crise provocada pela pandemia novo coronavírus. No comunicado oficial em que anunciou a decisão, a empresa afirmou que o processo vai permitir uma reorganização da "sustentabilidade no longo prazo".  

"Diante dos efeitos da covid-19 no setor mundial de aviação, esse processo de reorganização oferece à Latam a oportunidade de trabalhar com os credores do grupo e outras partes interessadas para reduzir sua dívida, acessar novas fontes de financiamento e continuar operando, enquanto adapta seus negócios a essa nova realidade", afirmou a empresa.

A decisão da Latam Airlines envolve também as subsidiárias no Chile, Peru, Equador e Colômbia. Já Brasil, Argentina e Paraguai ficaram de fora do processo. Ainda de acordo com a companhia aérea, a decisão não trará impacto imediato nos voos de passageiros ou de carga.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!