Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SEU DINHEIRO

Impostômetro da ACSP chega à marca de R$ 300 bilhões

Impostômetro da ACSP chega à marca de R$ 300 bilhões
05/02/2020 09:49 - AGÊNCIA ESTADO


 

Na comparação com 2019, o registro foi alcançado dois dias antes, mostrando que, embora mais lenta do que o desejado, a economia brasileira dá sinais de recuperação

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) alcança, nesta quarta-feira (5/2), às 13h50, a marca de R$ 300 bilhões em impostos arrecadados pelo governo na forma de impostos, taxas, multas e contribuições, pagos pelos brasileiros desde o primeiro dia do ano.

A arrecadação chega dois antes do que no ano passado, indicando que a economia do País já mostra sinais de recuperação  “Ao contrário do que as pessoas pensam, o aumento na arrecadação do governo com impostos não é algo ruim – quando isto acontece sem mudanças de alíquota”, diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Para ele, além do crescimento da economia, os números contribuem para o aumento da arrecadação sobre o consumo. “Agora vamos aguardar que o governo continue reduzindo os gastos e melhorando o uso dos recursos públicos para que a economia cresça de forma mais acentuada”, completa.

O Impostômetro foi implantado em 2005 pela ACSP para conscientizar os brasileiros sobre a alta carga tributária e incentivá-los a cobrar os governos por serviços públicos de mais qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista. Outros municípios e capitais se espelharam na iniciativa e instalaram seus painéis. No portal www.impostometro.com.br é possível visualizar valores arrecadados por período, estado, município e categoria.

 

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.