Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMÉRCIO FECHADO

Lojas de importados no Paraguai fecham as portas por prevenção ao coronavírus

Grandes centros vão parar atividades por tempo indeterminado
16/03/2020 09:58 - Bruna Aquino


Lojas de importados como o Planet Outlet e o Shopping China no Paraguai fecharam as portas nesta segunda-feira (16) por prevenção ao novo coronavírus. Por comunicado oficial nas redes sociais, as lojas optaram por fechar as portas por tempo indeterminado em obediência à Organização Mundial da Saúde.

Segundo comunicado, o Shopping China que atualmente possui mais de 1.800 funcionários em 3 filiais informou que com o objetivo de evitar a contaminação por aglomeração de pessoas decidiu encerrar as atividades em todas as lojas. “A saúde dos nossos colaboradores e clientes é nossa prioridade neste momento”, diz a nota. 

Da mesma filial, o Planet Outlet em suas lojas também encerrou as atividades e informou que preza pela saúde dos clientes e colaboradores. 

DELIVERY
O hipermercado Maxí também localizado na fronteira não parou por completo as atividades, mas divulgou algumas precauções e vai oferecer serviços delivery. 

A administração do hipermercado orientou para que vá ao local a menor quantidade de pessoas da família para evitar grandes multidões. Orientou também que idosos com mais de 60 anos não utilizem de locais públicos. 

A empresa informou que os horários de funcionamento continuarão os mesmos e há produtos suficientes para abastecer qualquer necessidade de consumo.

 

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.