Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

NOVO CAGED

Pelo quarto mês consecutivo Estado tem saldo positivo na geração de empregos

Serviços, indústria e comércio lideram como os setores que mais contrataram no mês passado
29/10/2020 15:58 - Súzan Benites


Mato Grosso do Sul registrou saldo positivo na geração de empregos formais em setembro. Conforme levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado nesta quinta-feira (29), no nono mês do ano foram criadas 3.049 vagas.  

Resultado de 17.835 contratações contra 14.786 desligamentos.  

O resultado positivo na geração de empregos foi puxado pela atuação do setor de serviços, com a criação de 1.097 vagas de empregos formais, seguido da indústria (1.015), comércio (842) e agropecuária com 228 novas vagas.  

No lado oposto, o setor da construção registrou saldo negativo em 133 empregos.

É o quarto mês consecutivo de resultado positivo na criação de empregos formais. Desde junho o Estado registra mais contratações do que demissões.  

Em agosto, foram criadas 2.612 vagas, resultado de 16.357 contratações contra 13.745 desligamentos.  

Nos nove meses de 2020, o Estado só apresentou resultado negativo na geração de empregos, em abril (-7.757) e maio (-2.577).  

No acumulado do ano, foram 7.428 empregos com carteira assinada criados no Estado, resultado de 154.741 contratações e 147.313 demissões.

País tem saldo positivo pelo terceiro mês seguido

Pelo terceiro mês consecutivo, o Novo Caged registrou saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. 

O saldo do emprego formal ficou positivo em 313.564 postos de trabalho em setembro, mês com melhor resultado de 2020. O resultado, é decorrente de 1.379.509 admissões e 1.065.945 desligamentos. 

De acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes é mais um que reafirma a retomada do crescimento econômico após a fase mais crítica da pandemia da Covid-19.  

“Os dados só confirmam a tendência de retomada da economia em V”, disse Guedes durante transmissão ao vivo para divulgar os dados.  

De janeiro a setembro foram 10.617.333 admissões e 11.175.930 desligamentos. O estoque de empregos formais no País chegou a 38.251.026 vínculos, o que representa uma variação de 0,83% em relação ao mês anterior.  

Todos os setores da economia brasileira registram saldo positivo em setembro. O bom desempenho do mês foi puxado principalmente pela indústria da transformação, com 108.283 vagas a mais.  

Já o setor de serviços praticamente dobrou a criação de vagas em setembro na comparação com agosto. De um saldo positivo de 42.545 para 80.481. Destaque para a área de alojamento e alimentação, que teve resultado positivo pela primeira vez desde o início da pandemia com a abertura de +4.637 novas vagas.  

No comércio foram 69.239 novos postos; na construção, 45.249; e na agropecuária, 7.751.

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!