Clique aqui e veja as últimas notícias!

ECONOMIA

Mato Grosso do Sul deverá ser o estado com maior crescimento econômico em 2021

Reinaldo Azambuja fez balanço de 2020 e projetou recuperação do PIB no próximo ano
14/12/2020 09:46 - Gabrielle Tavares


De acordo com estudo do Instituto Tendências Consultoria Integrada, Mato Grosso do Sul deve ter o melhor desempenho do país no crescimento da economia no ano que vem. O governador do Estado, Reinal Azambuja é otimista e projeta recuperação no PIB em 2021.

"Somos um Estado com rol de investimentos públicos, com projeção positiva de crescimento no PIB e com geração positiva de mais de 11 mil vagas de emprego num ano de pandemia. E para o próximo ano um grande volume de investimentos privados virá. Já estão pactuados com MS a instalação de novas plantas industriais e a ampliação de outras indústrias”, ressaltou.

Últimas notícias

De acordo com o Governo do Estado, Mato Grosso do Sul também é o sétimo em geração de empregos no Brasil, entre o período de janeiro a outubro deste ano.

"Somos o Estado com maior volume de investimentos no Brasil por habitante. Enquanto Mato Grosso do Sul investe R$ 365 ano por cidadão, Espírito Santo, que é segundo colocado, aplica R$ 257. Isso mostra que nosso Estado tem capacidade de gerar investimento em todas as áreas. Estamos falando de hospitais regionais, dos polos de atendimento, das mais de 100 escolas em tempo integral e de obras estruturantes", afirma.

Foram investidos R$ 1,016 bilhão em 2019 no Estado, o que representa uma relação superior a R$ 360 por habitante - 41% mais do que o segundo colocado.

Azambuja destaca ainda que a pandemia da Covid-19 ainda não acabou, mas que o Estado está preparado montar o próprio cronograma de vacinação se a vacina contra o coronavírus não for disponibilizada pelo Ministério da Saúde.

"Essa sensação de que a pandemia acabou é preocupante porque não acabou. Estamos nos 45 minutos do segundo tempo, como diz no ditado popular, para a vacina chegar. Ainda não temos nenhuma aprovada pela nossa Anvisa. Mas muitas estão vindo, estão em testes finais. Defendo que Ministério da Saúde coordene toda uma imunização dos brasileiros. Mas se isso não for feito, estamos preparados para comprar nossas vacinas e fazer nosso próprio cronograma de vacinação", diz.

No início deste mês, o governador divulgou que Mato Grosso do Sul tem em caixa cerca de R$ 100 milhões que poderão ser utilizados na compra de vacinas contra a Covid-19.