Economia
ESTATÍSTICAS SOCIAIS

Mato Grosso do Sul fica entre os três Estados com menor taxa de desocupação

MS registrou 6,5% no primeiro trimestre de 2022, atrás de Santa Catarina e Mato Grosso

Da Redação

13/05/2022 12:14

Conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso do Sul é o terceiro Estado do país com menor taxa de desocupação (6,5%).  

Dados regionais do Painel da PNAD apontam que Mato Grosso do Sul tem hoje 2.155 pessoas em idade de trabalhar, com 1.402 classificadas como "na força de trabalho".  

No Amapá, único estado com queda, a taxa recuou 3,3 p.p., passando de 17,5% no quarto trimestre de 2021 para 14,2% no primeiro trimestre deste ano. “Essa queda, contudo, não se deve ao aumento no número de pessoas ocupadas, mas a menor pressão das pessoas sem trabalho buscando ocupação no estado. Houve uma queda de 7,3% no número de pessoas na força de trabalho e um aumento de 10,4% no contingente fora da força”, explica a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy.

Veja ranking do desemprego nos estados no primeiro trimestre:

  • Bahia: 17,6%
  • Pernambuco:17%
  • Rio de Janeiro: 14,9%
  • Sergipe: 14,9%
  • Acre: 14,8%
  • Paraíba: 14,3%
  • Alagoas: 14,2%
  • Amapá: 14,2%
  • Rio Grande do Norte: 14,1%
  • Amazonas: 13%
  • Maranhão: 12,9%
  • Distrito Federal: 12,6%
  • Piauí: 12,3%
  • Pará: 12,2%
  • BRASIL:
  • 11,1%
  • Ceará: 11%
  • São Paulo: 10,8%
  • Minas Gerais: 9,3%
  • Tocantins: 9,3%
  • Espírito Santo: 9,2%
  • Goiás: 8,9%
  • Roraima: 8,8%
  • Rio Grande do Sul: 7,5%
  • Rondônia: 6,9%
  • Paraná: 6,8%
  • Mato Grosso do Sul: 6,5%
  • Mato Grosso: 5,3%
  • Santa Catarina: 4,5%