Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAGED

Mato Grosso do Sul fecha segundo mês consecutivo com saldo positivo de empregos formais

No Brasil, essa foi a primeira vez em cinco meses que houve criação de empregos
21/08/2020 18:00 - Fábio Oruê, Súzan Benites


Pelo segundo mês consecutivo, Mato Grosso do Sul fechou com saldo positivo de empregos formais, resultando em uma variação de 0,51%. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Somente no mês passado foram 2.635 vagas a mais no mercado de trabalho sul-mato-grossense. Foram 16.251 contratações contra 13.616 desligamentos.

O resultado foi puxado pela boa atuação da indústria, com a criação de 1.438 vagas, seguido do comércio (943), serviços (556) e construção com 130 novas vagas. No lado oposto, a agropecuária registrou saldo negativo em 432 empregos.

BRASIL

Depois de vários meses extinguindo postos de trabalho por causa da pandemia do coronavírus, o país voltou a criar empregos formais em julho. 

Segundo dados divulgados pelo Caged, da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, 131.010 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos no último mês. 

O indicador mede a diferença entre contratações e demissões.

Essa foi a primeira vez desde fevereiro em que o emprego formal cresceu. 

No acumulado do ano, no entanto, o mercado de trabalho continua sentindo o impacto da pandemia. 

De janeiro a julho, foram fechadas 1.092.578 vagas, o pior resultado para os sete primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 2010.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!