Economia

RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Mato Grosso do Sul quer ampliar a relação comercial vendendo mais grãos para o Irã

País do Oriente Médio Irã tem grande demanda pelos produtos sul-mato-grossenses

Continue lendo...

Mato Grosso do Sul quer ampliar relação comercial com o Irã, já que as vendas de milho, carne bovina e soja para o país asiático, localizado no Oriente Médio, somaram 151 milhões de dólares só ano passado e podem crescer muito mais com estruturação logística de Porto Murtinho.

Em videoconferência nesta segunda-feira (3) com o embaixador iraniano em Brasília (DF), Hossein Gharibi, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apresentou o modal hidroviário da região como uma nova opção logística para a partida e chegada de produtos. 

Como ambos os lados têm interesse na ampliação da parceria comercial, um encontro entre empresários brasileiros e iranianos será marcado ainda neste ano - com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) na organização. 

“Mato Grosso do Sul é o quinto parceiro comercial do Irã. Eles têm interesse em ampliar a aquisição de milho do Estado, que já é o principal produto comprado. Do outro lado, eles gostariam de aumentar as exportações através de fertilizantes”, destacou o titular da Semagro, Jaime Verruck.

O Irã tem grande demanda pelos produtos sul-mato-grossenses, condição que é vista como boa oportunidade de negócios pelo governo do Estado. O Executivo ainda enxerga o país da Ásia como um caminho para a diversificação da base estadual de exportações.

"Uma das estratégias que o governador estabeleceu é a diversificação tanto dos produtos vendidos quanto dos destinos. Vamos tentar vender novos produtos e atingir novos países", pontuou o secretário. Hoje a China é o maior comprador de Mato Grosso do Sul.

O primeiro contato entre o Governo do Estado e a Embaixada do Irã foi articulado pelo deputado federal Beto Pereira, que também participou da reunião virtual. A aproximação cria um ponte entre os setores privados dos dois países, que pode resultar em negócios duradouros.

Benefício

STF Decide Correção do FGTS pela Inflação

Decisão foi tomada com base em um voto médio dos ministros

12/06/2024 22h00

Fachada Supremo Tribunal Federal (STF)

Fachada Supremo Tribunal Federal (STF) Divulgação

Continue Lendo...

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (12) que o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deve ser corrigido, no mínimo, pela inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). A decisão foi tomada com base em um voto médio dos ministros, após o julgamento, que estava paralisado, ser retomado.

A correção, no entanto, não será feita retroativamente. O ministro Flávio Dino votou de acordo com a proposta do governo, seguido por Cármen Lúcia e Luiz Fux. Por outro lado, os ministros Cristiano Zanin, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli e Gilmar Mendes votaram contra a mudança no cálculo, mas concordaram que, se a maioria decidisse pela mudança, deveria ser conforme a proposta do governo. Luís Roberto Barroso, André Mendonça, Kassio Nunes Marques e Edson Fachin preferiram a correção do FGTS pelos rendimentos da poupança, que atualmente são 6,17% ao ano mais a Taxa Referencial (TR).

Cristiano Zanin, primeiro a votar nesta quarta, havia pedido mais tempo para análise do caso no ano passado. Em seu voto, ele afirmou não ver violação a princípios constitucionais na atual correção do FGTS e destacou a complexidade do direito ao FGTS, que não deve ser tratado como uma mera aplicação financeira. Zanin também ressaltou a importância da autocontenção do Judiciário em questões de política econômica e monetária.

Flávio Dino votou a favor da proposta do governo, que prevê a manutenção da correção atual do FGTS e a inclusão obrigatória da distribuição dos lucros, garantindo uma atualização mínima pela inflação medida pelo IPCA. A proposta foi acordada com centrais sindicais, conforme destacou o advogado-geral da União, Jorge Messias. Cármen Lúcia e Luiz Fux seguiram o mesmo entendimento.

Barroso propôs adiar a correção para 2026 devido à necessidade de financiar a recuperação do Rio Grande do Sul. Já Fachin argumentou que seria uma grave injustiça não revisar os saldos das contas dos trabalhadores brasileiros.

A decisão tem grande impacto financeiro. A AGU (Advocacia-Geral da União) estima que a revisão como solicitada inicialmente poderia gerar um impacto de R$ 661 bilhões nas contas da União. Para os trabalhadores, a perda seria de R$ 756 bilhões desde 1999, quando a TR passou a ser aplicada, conforme cálculos do Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador.

Se a correção pela poupança fosse aprovada, os trabalhadores poderiam ter ganhos variáveis conforme a taxa Selic. O FGTS, criado em 1966, é uma poupança compulsória, com depósitos mensais de 8% do salário do trabalhador feitos pelo empregador.

Como Votaram os Ministros:

  • Pela remuneração da poupança:
    • Luís Roberto Barroso
    • Kassio Nunes Marques
    • André Mendonça
    • Edson Fachin
  • Contra a revisão do FGTS:
    • Cristiano Zanin
    • Alexandre de Moraes
    • Dias Toffoli
    • Gilmar Mendes
  • Pela proposta do governo:
    • Flávio Dino
    • Cármen Lúcia
    • Luiz Fux

*Com informações de Folhapress 

Loteria

Resultado da Lotofácil 3127 de hoje, quarta-feira (12/06); veja os números

Prêmio estava estimado em R$ 1,7 milhões; confira se você foi sortudo

12/06/2024 19h22

Confira o resultado do sorteio da Lotofácil

Confira o resultado do sorteio da Lotofácil Foto: Arquivo

Continue Lendo...

A Caixa Econômica Federal sorteou as 15 dezenas do concurso 3127 da Lotofácil na noite deste quarta-feira (12), no Espaço da Sorte, em São Paulo.

O prêmio estava estimado em R$ 1,7 milhões.

Números sorteados no concurso 3127: Confira o resultado

  • 02 - 22 - 18 - 07 - 12 - 03 - 04 - 15 - 23 - 14 - 16 - 21 - 24 - 20 - 25

Verifique sua aposta e veja se você foi um dos sortudos deste concurso.

O rateio, que é o número de acertadores e o valor que cada acertador irá receber, será divulgado em breve pela Caixa Econômica Federal.

Os sorteios são transmitidos ao vivo pelo canal do Youtube da Caixa.

Como jogar na Lotofácil

Os sorteios da Lotofácil são realizados diariamente, às segundas, terças, quartas, quintas, sextas-feiras e sábados, sempre às 19h (horário de MS).

O apostador marca entre 15 e 20 números, dentre os 25 disponíveis no volante, e fatura prêmio se acertar 11, 12, 13, 14 ou 15 números.

Há a possibilidade de deixar que o sistema escolha os números para você por meio da Surpresinha, ou concorrer com a mesma aposta por 3, 6, 12, 18 ou 24 concursos consecutivos através da Teimosinha.

A aposta mínima, de 15 números, custa R$ 3,00.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao Tesouro Nacional para aplicação no FIES - Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

É possível marcar mais números. No entanto, quanto mais números marcar, maior o preço da aposta.

Premiação

Caso não haja acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no FIES - Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

Não deixe de conferir o seu bilhete de aposta.

A quantidade de ganhadores da Lotofácil e o rateio podem ser conferidos aqui.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).