Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

OPORTUNIDADE

MS tem 770 vagas de emprego, maioria para vendedores

Veja como se candidatar para uma das oportunidades
26/07/2020 17:21 - Glaucea Vaccari


A semana começa com 770 vagas de emprego disponíveis em Mato Grosso do Sul, em diversos setores, mas com destaque para o cargo de vendedor. (Veja lista completa abaixo)

Maioria das vagas disponíveis é para Campo Grande, que tem 269 oportunidades.  

Na Capital, há muitas oportunidades para eletricista (15) e eletricista auxiliar (15); operador de telemarketing ativo (10) e vendedor de serviços e vendedor pracista, com 10 vagas cada.  

Também há empresas contratando açougueiro, auxiliar de limpeza, balconista de açougue, cozinheiro, empregado doméstico, marceneiro, mecânico, frentista, operador de caixa, padeiro, office boy, trabalhador rural, entre outros.  

No interior, a Fundação do Trabalho tem vagas disponíveis em Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bataguassu, Batayporã, Caarapó, Cassilândia, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dourados, Eldorado, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaquiraí, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia, Sonora eTrês Lagoas.

Por conta da grande demanda na Funtrab, com filas de pessoas em busca, principalmente, de seguro-desemprego, orientação é que o trabalhador faça o cadastro por meio do aplicativo Sine Fácil, onde é possível verificar a lista de vagas existentes e se candidatar a uma delas, sem sair de casa e evitando aglomeração nas agências de empregos.

No app, basta acessar a ferramenta “Vagas de emprego”, que filtra as oportunidades conforme a região de cadastro do usuário.  

As vagas são atualizadas periodicamente e, se o trabalhador se interessar por alguma delas, basta dar um clique em “Quero esta vaga” para agendar a entrevista.

 

Confira a lista completa de vagas de emprego em Mato Grosso do Sul

 
 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...