Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREMIAÇÃO EM DINHEIRO

Confira números sorteados para a Nota Premiada da Capital

Os R$ 70 mil em prêmios são divididos entre o 1º, 2º e 3º lugar.
26/07/2020 12:44 - Fábio Oruê


Nota Premiada da prefeitura de Campo Grande.

Neste sábado (25), ocorreu um novo sorteio da Nota Premiada da prefeitura de Campo Grande. 

A premiação utiliza os mesmos números sorteados pela Loteria Federal para a Mega-Sena. 

Números sorteados

Os números sorteados ontem foram: 04 – 24 – 37 – 43 – 59 – 60. Este sorteio corresponde às notas fiscais emitidas nos meses de março e abril. No último dia 22, a Comissão da Nota Premiada Campo Grande validou a geração dos cupons para o sorteio.

Assim como no primeiro sorteio serão três prêmios de R$ 50, R$ 15 e R$ 5 mil reais. 

Quem quiser acessar o sistema da Nota Premiada CG e conferir os cupons gerados é só clicar aqui.

No primeiro sorteio realizado em 6 de julho foram computados as notas fiscais emitidas nos meses de janeiro e fevereiro, que geraram um total de 225 mil cupons.

O programa dá prêmios em dinheiro para contribuintes sorteados que  pedirem o CPF na nota em compras acima de R$ 20 de produtos e serviços sobre os quais incidem o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).  

Para participar, o contribuinte deve fazer um cadastro antecipado no site do programa.

Os prêmios serão sempre de:

R$ 50 mil para o 1º lugar

R$ 15 mil para o 2º lugar

R$ 5 mil para o 3º lugar.

Os cupons emitidos em maio e junho terão o sorteio no dia 1º de agosto e, a partir de então, o cronograma volta ao normal, com o sorteio sendo sempre realizado no mês seguinte ao mês de emissão de cupom fiscal.

Os prêmios sorteados serão entregues aos contemplados em solenidade pública ou anunciados via live no site da Prefeitura Municipal de Campo Grande, no prazo de até 30 dias, contados a partir da data de realização do sorteio.

 
 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.