Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ENTENDA

O que é Pix? Conheça o novo sistema de pagamento instantâneo do Banco Central

Pix começa a funcionar, tire suas dúvidas aqui! a gente te explica certinho
29/09/2020 15:31 - Da Redação


Pix é um meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central e o recurso pode ser transferido entre contas em questão de segundos. O sistema tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado. A operação, que pode ser realizada a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga, passou a ser utilizada, em regime definitivo, no dia 16 de novembro de 2020, após um período de funcionamento experimental

O ano de 2020 está marcado pela implementação de um novo mecanismo de facilitação de operações bancárias. Trata-se da Chave Pix, um meio de pagamento eletrônico instantâneo, lançado oficialmente no dia 5 de outubro e com funcionamento integral no dia 16 de novembro. A sua utilização possibilita rapidez - em segundos - das operações de pagamento e recebimento de valores.

Acompanhe as notícias de Economia no Correio do Estado

 
 

O QUE É PIX E COMO  FUNCIONA ESSE PAGAMENTO?

De acordo com Vagner Teixeira, analista técnico  do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae-MS), o pagamento instantâneo conhecido como PIX é novo sistema de pagamento criado pelo Banco Central, é  uma ferramenta desenvolvida com o objetivo de trazer agilidade e simplicidade nas operações financeiras de pagamentos e transferências.

“O PIX é uma forma de pagamento assim como TED, DOC, boletos e transferências, a grande diferença está na praticidade, pois com o Pix é possível realizar essas transações a qualquer momento, pois está disponível 24horas por dia, incluindo finais de semana e feriados. Além disso em apenas 10 segundos é possível concluir uma operação financeira”, disse, respondendo ao Correio do Estado.

Como surgiu o Pix?

O Banco Central do Brasil vinha trabalhando em um projeto com a promessa de revolucionar o sistema de pagamentos brasileiro, permitindo tanto pagadores quanto recebedores façam transação de transferência de recursos de instantânea e segura.

As chaves do Pix são como o endereço da sua conta. Segundo o Banco Central, elas  são “‘apelidos’ utilizados para identificar a sua conta” que podem ser usadas para receber ou enviar dinheiro sem precisar passar todos os seus dados como acontece com TED e DOC atualmente.

Segundo o Banco Central, “pagamentos instantâneos são as transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores”.  

No Brasil, esse sistema passou a se chamar Pix e está integralmente disponível para a população brasileira desde 16 de novembro de 2020. Conforme o BC, “além de aumentar a velocidade em que pagamentos ou transferências são feitos e recebidos, tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado; baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes; promover a inclusão financeira e preencher uma série de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população. Em linha com a revolução tecnológica em curso, possibilita a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio e a redução do custo social relacionada ao uso de instrumentos baseados em papel.”

Vagner Teixeira explica que, na prática, é um serviço de pagamento rápido, barato e seguro. O usuário poderá efetuar um pagamento com uso de lista de contatos no celular ou QR Code. A tendência é que o Pix cause impacto para os pequenos negócios (recebedores), porque o custo de adesão é menor que dos demais meios eletrônicos. Há disponibilização imediata dos recursos, o que tende a reduzir necessidade de crédito, facilidade de automatização e de conciliação de pagamentos, facilidade e rapidez de checkout.

Para o analista, o sistema também proporciona benefícios para os clientes dos pequenos negócios (pagadores), porque é mais rápido, barato, mais prático (uso da lista de contatos de celular ou de QR Code para iniciar pagamentos), mais simples (só precisa de dispositivo digital para realizar o pagamento, dispensa uso de cartão, folha de cheque, cédulas, maquininhas) e possibilidade de integração com outros serviços no smartphone.

No Brasil, esse sistema se chamará PIX, e estará disponível para a população brasileira a partir de novembro de 2020. Além de aumentar a velocidade em que pagamentos ou transferências são feitos e recebidos, tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado; baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes; promover a inclusão financeira e preencher uma série de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população. Em linha com a revolução tecnológica em curso, possibilita a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio e a redução do custo social relacionada ao uso de instrumentos baseados em papel.”

Quais podem ser as chaves PIX?

  • CPF ou CNPJ;
  • E-mail;
  • Número de telefone celular;
  • Chave aleatória (gerada pelo sistema caso você queira cadastrar um apelido mas não queira ou possa usar algum dos outros dados acima).

É obrigado registrar uma chave PIX?

Não. Registrar uma chave do Pix não é obrigatório para poder receber ou realizar um pagamento instantâneo, mas é altamente recomendável, segundo o Banco Central. 

A vantagem de registrar uma chave do Pix é não precisar passar seus dados bancários para solicitar uma transferência – e nem, por exemplo, seu CPF, caso você deseje registrar somente um endereço de e-mail. Você tem total controle sobre quais dados deseja compartilhar e com quem. E, claro: acelerar o processo de realizar uma transferência.

Quais as vantagens do Pix?

Vagner Teixeira afirma que “a principal vantagem da PIX é ela poder ser efetuada 24h por dia e nos 7 dias da semana; As transações são realizadas de maneira muito rápida e a promessa é de que seja efetivado o pagamento em até 10 minutos; Apesar de as tarifas serem decididas pela instituição financeira, o Bacen afirma que os custos serão em conta e econômicos; É muito simples realizar uma PIX, podendo ser feita por QR Code, ou apenas com alguns dados do clientes”.

 
 

Como fazer pagamentos com o Pix?

Indagado sobre a adesão ao uso da ferramenta, o técnico do Sebrae cita que o primeiro passo é definir em qual conta irão receber os pagamentos com Pix. Existe mais de 700 instituições cadastradas, incluindo bancos, cooperativas ou fintechs; pesquisar as melhores condições e serviços que estão sendo oferecidos pelas instituições financeiras, e buscar tarifas mais vantajosas para seu negócio; definir qual método de pagamento vai aceitar, QR Code ou Chave Pix. “Se sua empresa possui sistemas, verificar a possibilidade de integração com o Pix. Oriente sua equipe sobre essa nova forma de pagamento; informe aos seus clientes essa nova opção de pagamento, e ofereça vantagens aos clientes para estimular a adesão. Lembre-se de adesivar sua loja com a identidade visual do Pix”, alerta.. 

Quais as diferenças do Pix para DOC e TED?

Para os técnicos do setor bancário, de um modo geral o Pix é um novo meio que veio para facilitar e tornar mais barata a transferência de valores entre pessoas, o pagamento de contas e até recolhimento de impostos e taxas de serviços, entre outras possibilidades. A grande diferença do Pix para outros meios existentes é a rapidez e a disponibilidade. Isso porque, enquanto há restrições de dias e horários para enviar quantias através de TED e DOC e realizar pagamentos de contas, o Pix permite que elas sejam realizadas a qualquer dia e horário – em tempo real. Outro ponto importante: TED e DOC funcionam somente em dias úteis Transferências feitas em finais de semana ou feriados nacionais, portanto, são completadas somente no dia útil seguinte, podendo levar dias para ser finalizada.

O que é a chave pix?

Vagner Teixeira explica que “a chave é um 'apelido' utilizado para identificar sua conta. Ela representa o endereço da sua conta no Pix”. Em outras palavras, conforme define o Banco Central, as chaves do Pix são códigos que identificam as contas dos usuários no novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central. Basicamente, os quatro tipos de chaves Pix que se pode utilizar são: número do CPF ou CNPJ, e-mail, número do telefone celular, e chave aleatória gerada pelo sistema.

O pix é seguro?

Quando se fala em Pix, uma das perguntas que surgem é sobre a sua segurança. Sobre essa questão, o Banco Central produziu e divulgou um manual de segurança, onde estabelece os requisitos básicos e outras instituições financeiras precisam observar para a operacionalização do sistema. Em nota, o Banco Central assegura que “o Pix conta com os mesmos protocolos  de segurança do Sistema Financeiro Nacional” já utilizados e que também  servem para as operações de TEDs e DOCs.

Empresas de Cibersegurança

Segundo o Procon, uma empresa de cibersegurança já identificou 60 domínios falsos que utilizam o Pix como isca para golpes na primeira semana de cadastramento de chaves do novo sistema de pagamento lançado pelo Banco Central.

O registro de um domínio é o primeiro estágio de um golpe. Entre os domínios maliciosos podemos encontrar: chavepix.me; gerenciadorpix.com; pagarpix.com; pixapp.online; pixbrasil.tech; pixempresas.com; suportepix.online e pix.atualizacaowebsegura.gq.

As chaves do PIX são cadastradas utilizando o CPF, número de telefone e endereço de e-mail dos clientes. 

Ou, se preferir, pode ser utilizada uma chave aleatória, gerada pelo sistema das instituições.

O que fazer se cair em golpes?

O consumidor sendo vítima de algum golpe, acaso a instituição financeira tenha sido culpada pelo vazamento dos dados e comprometido as informações particulares poderão ela ser responsabilizada.
Nesses casos, o cidadão pode procurar o Procon Campo Grande, para registro da denúncia. O Procon também atende pelo telefone 156, opção 2

Conclusão

De prático, conforme o Banco Central, o Pix foi disponibilizado amplamente para todas as pessoas - física e jurídica - que possuem uma conta bancária ofertarem o sistema. Para receber ou fazer pagamento é necessário apenas o cadastro da chave de acesso - a Chave Pix.

Tenha notícias exclusivas e com credibilidade. ACESSE AQUI!

 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!