Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SERVIÇO EMERGENCIAL

Pagamento de Auxílio e FGTS Emergencial será realizado neste sábado em MS

Na capital, os pagamentos serão feitos em 6 agências, de 8h às 12h, de acordo com a Caixa, todos que chegarem neste horário serão atendidos
02/10/2020 11:58 - Alicia Miyashiro


Neste sábado (3), a Caixa Econômica Federal abrirá 13 agências em Mato Grosso do Sul para atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial e Saque Emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Entre as 13 agências, seis são em Campo Grande (Jardim Tijuca, Universitário, Centro, Vila Alba, Vila Bandeirante e Vila Rica). O serviço estará disponível das 8h às 12h.

Os beneficiários nascidos em maio, poderão sacar o Auxílio Emergencial em dinheiro, e os trabalhadores nascidos em junho, terão a oportunidade de retirar em espécie, os valores do Saque Emergencial, referente ao FGTS.

No Brasil, ao todo serão 770 agências abertas para atender cerca de 9 milhões de pessoas. No total, foram garantidos R$5,8 bilhões para estes públicos.

A Caixa informa que todas as pessoas que procurarem atendimento durante o funcionamento, serão atendidas. Não há necessidade de chegar antes do horário de abertura.

Auxílio Emergencial

Os saques e créditos em conta, continuam até dezembro para o recebimento das cinco parcelas de quem se cadastrou pelo aplicativo CAIXA| Auxílio Emergencial, ou possui o CadÚnico.

 
 

Saque Emergencial do FGTS

A partir deste sábado, os trabalhadores nascidos em junho que tiverem o crédito do Saque Emergencial do FGTS, e não movimentaram a conta Poupança Social Digital ou tenham saldo remanescente, poderão sacar o benefício em dinheiro, podendo optar também pela transferência do valor, via aplicativo CAIXA Tem, entre conta CAIXA ou de qualquer outra instituição.

 
 

Confira a relação das agências que estarão abertas, através do site: www.caixa.gov.br/agenciasabado.

 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido