Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RO0DOVIAS

Para escoar produção, sul do Estado recebe pavimentação

Governo tem realizado obras em rodovias estaduais para diminuir distâncias e dar praticidade
10/02/2020 10:00 - Yarima Mecchi


Com o aumento da produção agrícuola no sul do Estado, obras estão sendo realizadas para diminuir as distâncias entre os municípios e dar mais agilidar para escoar os produtos. De acordo com o Governo de Mato Grossoo do Sul, a Rota da Integração melhora as condições de tráfego e permite maior fluxo de cargas.  

Os municípios situados na região de fronteira com o Paraguai, no extremo Sul, estão recebendo pavimentação, restauração e manutenção permanente de importantes eixos de integração e escoamento de produção.  

O Executivo de Mato Grosso do Sul, por meio da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) fez a restauração asfáltica de todo o trecho da MS-289, entre Amambai e Coronel Sapucaia, totalizando 40 quilômetros, com investimentos de R$ 27 milhões – utilizando recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul).

Mato Grosso do Sul ficou entre as quatro Unidades da Federação que ampliaram em mais de 20% os investimentos de 2015 a 2019, conforme divulgado pelo jornal Valor Econômico.  

 
 

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse por meio da assessoria de imprensa que Mato Grosso do Sul deve continuar crescendo em ritmo mais acelerado que a média nacional. “Acho que esse é o grande passo que temos que dar: manter o ritmo para que Mato Grosso do Sul possa crescer cada vez mais que o Brasil. Então, se o Brasil cresce um pouco, e a gente espera que esse ano de 2020 a gente possa crescer mais que o 1,9%, Mato Grosso do Sul vai crescer bem mais e gerar oportunidades”.

Conforme informações divulgada pelo Governo, toda a malha sul-fronteira está em manutenção e implantação de estrutura básica, a cargo da Residência da Agesul em Amambai.  

Outro trecho da MS-289, entre Amambai e Juti, de 90 quilômetros, está em obras de cascalhamento, serviço que está sendo executado também em 75 quilômetros da MS-386, entre Amambai e Iguatemi, também utilizando recursos do Fundersul.

Em 2019 algumas rodovias foram contempladas com serviços de cascalhamento, ao todos os trabalhos contemplaram também 170 quilômetros da MS-299, entre os municípios de Paranhos, Sete Quedas e Japorã, além de 55 quilômetros das MS-485 e MS-486, na interligação dos municípios de Amambai, Aral Moreira e Coronel Sapucaia.

A Agesul também entregou a recuperação de 95 quilômetros da MS-165, entre Coronel Sapucaia e Paranhos.

PAVIMENTAÇÃO

Completando a Rota da Integração, o Governo do Estado executa uma obra aguardada há décadas na região, com investimentos de R$ 74 milhões: a pavimentação asfáltica de 42 quilômetros das MS-379, de Laguna Carapã ao Posto Taji (entroncamento com a MS-386), em Aral Moreira. Mais de 45% da obra já foram executados, encurtando a distância entre os municípios e beneficiando uma região em expansão agrícola.

“É gratificante para nosso governo realizar uma obra dessa envergadura, levando infraestrutura a uma rota de integração rodoviária que irá potencializar o setor produtivo e contribuir para o desenvolvimento da nossa fronteira”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja, ao lançar o asfalto durante ato em Laguna Carapã, em 2019. Para o prefeito Itamar Bilibio, a região se tornará um corredor de riquezas.

LEVANTAMENTO

Além dos investimentos, Mato Grosso do Sul manteve os pagamentos dos servidores em dia e alcançou resultados importantes em outros indicadores: é o 5º estado mais competitivo do Brasil; o 4º mais seguro; o 5º em geração de empregos e o mais transparente do Brasil.

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!