Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Prefeitura autoriza reabertura de bancos e cooperativas de crédito

Instituições vão abrir nesta terça com restrições
30/03/2020 17:57 - Adriel Mattos, Fábio Oruê


O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), autorizou a reabertura de agências bancárias, cooperativas de créditos e correspondentes bancários a partir desta terça-feira (31). O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da Capital (Diogrande) nesta segunda-feira (30).

Desde 20 de março, esses estabelecimentos estavam fechados a fim de evitar aglomeração e eventual contágio da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. “Todos vão disciplinar o atendimento para não ter aglomeração e priorizar quem recebe algum benefício”, destacou o prefeito Marcos Trad (PSD) durante vídeo transmitido ao vivo na rede social Facebook.

O atendimento fica restrito para clientes que necessitam realizar pagamento ou saque, créditos emergenciais ou renegociações urgentes. Empregados que estão no grupo de risco (idosos, hipertensos, diabéticos, gestantes e imunodeprimidos) deverão ser afastados, sem prejuízo em relação a salários. Trabalhadores dos setores administrativos devem executar suas atividades em casa.

Quanto ao restante da equipe, fica sob responsabilidade da instituição providenciar transporte próprio até a agência, limitando a lotação a 50% da capacidade. Na agência, devem ser observadas medidas sanitárias e de circulação. O uso de máscara é obrigatório para todos os funcionários.

Fica obrigado o controle do acesso, a marcação de lugares reservados aos clientes, o controle da área externa do estabelecimento, além de serem organizadas as filas de modo que que seja mantida a distância mínima de 1,5m entre cada pessoa. Antes, os clientes devem higienizar as mãos com álcool em gel 70% ou outras soluções sanitizantes.

A lotação do saguão fica limitada ao número de atendentes, com um deles controlando o fluxo na porta, direcionando um cliente por vez. Pessoas que não tem atividades consideradas não essenciais devem ser orientados a fazer por telefone ou pela internet.

Como já ocorre, idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes devem ter prioridades no atendimento. Após o atendimento, os funcionários devem higienizar as mãos, inclusive após uso do banheiro e entrar em contato com superfícies de uso comum como balcões, corrimão, teclados de caixas, etc.

Todos os ambientes devem estar sempre ventilados - incluindo refeitório e sala de descanso de funcionários, se existir - e limpos com desinfetantes, bem como superfícies expostas como maçanetas, mesas, teclado, mouse, materiais de escritório, balcões, corrimões, interruptores, elevadores, balanças, banheiros, lavatórios, entre outros, com álcool 70%. Também devem ser higienizados com álcool 70% os caixas eletrônicos, ou com soluções antissépticas, após cada uso.