Clique aqui e veja as últimas notícias!

IMPOSTOS

Procon vai às ruas, vê aumento sem motivo, e autua posto de combustível

Gasolina subiu, preço do etanol não caiu
12/02/2020 10:24 - Eduardo Miranda, Ricardo Campos Jr


A Superintendência Estadual de Defesa do Consumidor (Procon) foi às ruas de Campo Grande na manhã desta quarta-feira (12) para fiscalizar os postos de combustíveis e evitar abusos no primeiro dia com as novas alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O primeiro posto visitado pela equipe, localizado na Avenida Mato Grosso, Bairro Carandá Bosque, foi notificado por elevar os preços sem justificativa aparente.  

Marcelo Salomão, superintendente do Procon, disse que a fiscalização será intensa nos próximos dias. “Quando é para aumentar, eles aumentam da noite para o dia. Quando é para abaixar, eles dizem que tem uma série de etapas, mas isso não pode, este posto não tem justificativa para subir a gasolina”.  

Neste posto, o preço da gasolina que na terça-feira era vendido à vista a R$ 4,19, era comercializado na quarta-feira a R$ 4,39. À prazo, o litro do mesmo combustível subiu de R$ 4,39 para R$ 4,59. Já o preço do etanol que no dia 11 custava R$ 3,69, é vendido nesta quarta-feira a R$ 3,59.

Na mesma vistoria, o Procon também encontrou óleo automotivo vencido. Salomão diz que a fiscalização será intensificada durante a semana.  

Os donos de postos já reagiram. Alguns estão distribuindo panfletos justificando o aumento: “o aumento é imposto, não do posto”, é a frase principal.