Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONFIRA PESQUISA

Produtos da cesta básica tem variação de até 311% em Campo Grande

Pesquisa traz comparativo de preços de mais de 100 produtos em diferentes estabelecimentos
29/05/2020 06:00 - Glaucea Vaccari


 

Produtos que fazem parte da cesta básica podem variar até 311% entre os estabelecimentos comercias de Campo Grande,segundo aponta pesquisa da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon). Produto com a maior variação percentual é a goiabada cascão Predilecta, que é comercializada a R$ 2,09 em um estabelecimento e a R$ 8,59 em outro, o que dá mais que o triplo de diferença. 

Pesquisa de preços foi realizada de 13 a 20 de maio, em 19 estabelecimentos de Campo Grande, abrangendo o total de 158 produtos. (Confira a pesquisa completa abaixo).

Considerando os produtos com maior procura, considerados de primeira necessidade, o macarrão espagueti Renata 500g é vendido de R$ 2,99 a R$ 8,49 de um estabelecimento para outro, percentual de 183,95% de diferença.  

Também tem grande variação, acima de 100%, o extrato de tomate Predilecta 340g, que custa de R$ 1,19 a R$ 3,15 de um local para outro, diferença de 164,71%; o óleo Liza 900 ml, com preços entre R$ 3,49 e R$ 8,49 (143,27%); esponja de aço Assolan 60g, comercializada a R$ 0,99 em um estabelecimento e a R$ 1,99 em outro (101,01%).

Ainda entre os itens com diferença grande de valor estão pacote com dez caixas de fósforo Fiat Lux Pinheiro, vendido entre R$ 2,39 e R$ 6,69 (179,92%); Fubá Ponzan 1 kg, que custa entre R$ 1,99 e R$ 4,99 em diferentes locais (150,75%) e sabão em pó caixa 1 kg Brilhante, com preço de R$ 6,99 em um mercado e R$ 14,99 em outro, diferença de 114,45%.

Produto que menos variou foi o café Premiado almofada 500 gramas, vendido entre R$ 6,49 e R$ 6,79, diferença de 4,6%.  

Ainda entre os produtos que tiveram menores variações entre os estabelecimentos estão o macarrão espaguetti Adria 500g, encontrado de R$ 3,19 a R$ 3,49, variação de 9,40% e o chá mate Chá Chá, que teve diferença de 9,11%, com preços entre R$ 5,49 a R$ 5,99.

COMPARATIVO

Pesquisa, que é realizada quadrimestralmente, também traz o comparativo de preços dos mesmos produtos em maio e janeiro deste ano. Nesse caso, foram considerados 114 itens, com 78 registrando aumento enquanto os  36 restantes  apresentaram preços menores.

Maior diferença ficou com o extrato de tomat Quero, que em janeiro custava, em média, R$ 1,76 e passou para R$ 2,75 neste mês, aumento de 43,27%.  

Quanto a deflação, o destaque é o macarrão Petybon 500g, que ficou 20,56% mais barato. O item era vendido a R$ 3,87 no começo do ano e passou para R$ 3,21 em maio.

O comparativo ocorre levando em consideração a manutenção da mesma apresentação, ou seja, tamanho, composição, peso e medida, de um quadrimestre para outro.

 

Felpuda


Pelo andar da carruagem, aqueles que se acham “proprietários” de certo partido não estão conseguindo encontrar alguém que possa encarar o desafio de ser cabeça de chapa e enfrentar adversários na disputa para prefeito. Até mesmo solução interna está difícil, porque   “lo mismo” mostra-se relutante em colocar a chuteira e participar do jogo. Tudo indica que a paciência do eleitor já se esgotou com a legenda, pelo que já foi demonstrado pelas urnas. E sai de baixo!