Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBUSTÍVEIS

Redução chega nas bombas e gasolina já é encontrada por menos de R$ 4 no Estado

Medidas contra o coronavírus impactaram nos preços dos combustíveis
04/04/2020 10:31 - Glaucea Vaccari


 

Preço médio da gasolina caiu -3,58% nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul nas últimas quatro semanas, conforme aponta pesquisa da Agência Nacional do Petróleo. No mês passado, a Petrobras anunciou quatro reduções de preços nas refinarias, que somadas chegaram em 35% e a queda já começou a ser sentida pelo consumidor, que pode encontrar o combustível por menos de R$ 4 o litro.  

Na segunda semana de março, entre os dias 8 e 14, preço médio da gasolina era de R$ 4,527 no Estado, valor que se manteve na semana seguinte, de 15 e 21 de março.

A partir de então, devido as ações de isolamento social impostas por diversos municípios e recomenda pela Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e governos estadual e municipais por conta da pandemia do coronavírus, fizeram com que houvesse redução da circulação de veículos nas ruas.  

Com as reduções nas refinarias e queda na demanda, os preços começaram a baixar nos postos de combustíveis. Na semana passada, de 22 a 28 de março, preço caiu R$ 0,052, passando dos R$ 4,527 para R$ 4,475 o litro. Nova queda foi registrada nesta semana, com o preço médio registrado de R$ 4,365. No comparativo, combustível teve redução de R$ 0,16 nas últimas quatro semanas.

Levantamento foi realizado em 84 postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul. O menor valor encontrado foi de R$ 3,829, em Três Lagoas, e o maior por R$ 4,996, em Corumbá.  

Em Campo Grande, o preço médio registrado nesta semana é de R$ 4,260, podendo ser encontrado entre R$ 4,099 e R$ 4,499 nos 42 postos de combustíveis pesquisados. Valor teve redução no comparativo com a semana anterior, quando preço era de R$ 4,373, e queda registrada nas últimas quatro semanas é de -3,88. No ínicio do mês, preço era de R$ 4,424.

O etanol seguiu a tendência de queda e teve redução nas bombas, de -3,23%, saindo dos R$ 3,616 comercializado no início do mês para R$ 3,499 nesta última semana.  

Diesel foi o que apresentou a maior retração, de -4,31%.Litro do combustível era vendido pelo preço médio de R$ 3,711 no início de março e, após as medidas de isolamento e impacto do da pandemia, encerrou esta semana ao preço de R$ 3,551 no Estado.  

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!