Clique aqui e veja as últimas notícias!

AGRICULTURA

Redução de área de soja “encolhe” projeção de supersafra no ciclo 2020/2021

Estimativa aponta que colheita da oleaginosa deve chegar a 11,222 milhões de toneladas
25/02/2021 10:30 - Súzan Benites


Os dados divulgados pelo Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Projeto Siga-MS) apontam que a área plantada de soja foi menor do que a estimada anteriormente. 

Com isso, a colheita também deve ser menor do que a prevista na safra 2020/2021.  

As projeções anteriores apontavam área semeada de 3,645 milhões de hectares, que foram reduzidos a 3,529 milhões de hectares – 3% a menos. 

“Após levantamentos de campo realizados entre os meses de novembro de 2020 e fevereiro de 2021 e a confirmação por meio de sensoriamento remoto, observou-se que a área plantada de soja foi menor do que a inicialmente prevista, ficando em 3,529 milhões hectares”, detalha o boletim técnico.

Mesmo assim, a área da safra atual representa um aumento de 4,13% no comparativo com o ciclo 2019/2020, quando foram plantados 3,389 milhões de hectares.  

A produtividade foi mantida, com estimativa de 53 sacas por hectare. Mas na produção estimada teve redução de 3,1%, antes a projeção era de colheita recorde de 11,591 milhões de toneladas e agora é estimada colheita de 11,222 milhões de toneladas.  

No ano passado, o Estado colheu 11,328 milhões de toneladas de soja.

Últimas notícias

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, só será possível confirmar a produtividade quando a colheita estiver na reta final.

“Superada essa previsão inicial de 53 sacas por hectare, que é bem moderada, ainda podemos ter mais uma safra recorde". 

"De qualquer forma, demonstra a força da agricultura de Mato Grosso do Sul, que, apesar dos contratempos pela falta de chuvas no momento do plantio, o que fez atrasar todo o ciclo da lavoura, estamos colhendo uma das maiores safras dos últimos anos”, afirmou o secretário.