Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PORTO MURTINHO

Nelson Trad Filho diz que Rota Bioceânica será prioridade após a pandemia

Rota passa por Porto Murtinho, cidade fronteiriça às margens do Rio Paraguai
24/08/2020 17:58 - Fábio Oruê


Presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), senador Nelson Trad Filho (PSD-MS), afirmou nesta segunda-feira (24) que o projeto da Rota Bioceânica será prioridade para impulsionar o desenvolvimento econômico da América do Sul após a pandemia da Covid-19.

Conforme divulgou a Agência Senado, o senador participou de seminário virtual promovido pelo Parlamento do Mercosul (Parlasul) para discutir o andamento do projeto, que remonta aos anos 1990. 

A Rota Bioceânica (oficialmente chamada Rota de Integração Latino-Americana) será um corredor logístico entre portos brasileiros no Atlântico e chilenos no Pacífico, passando também por portos fluviais na Argentina, no Paraguai e no Brasil.

"É importante ressaltar a comunhão de esforços de todos no sentido de tornar esse projeto realidade tão logo quanto possível. A retomada do desenvolvimento econômico implica, necessariamente, novas alternativas para que o povo possa ter geração de emprego e renda", disse o senador após o seminário.

O traçado planejado para a Rota Bioceânica vai de Santos (SP) a Antofagasta (Chile), com a previsão de inclusão de outros três portos chilenos. Em Mato Grosso do Sul, a rota passa também por Porto Murtinho, às margens do Rio Paraguai, com acesso fluvial até a bacia do Rio da Prata.

A expectativa, segundo Trad, é que o acesso ao Oceano Pacífico reduza custos na exportação de produtos brasileiros para a América do Norte e a Ásia, principalmente. Além disso, o projeto pode proporcionar intercâmbio turístico, cultural e acadêmico entre os países envolvidos.

O parlamentar destacou que entre os principais interessados no projeto estão os países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), que visitaram MS em fevereiro para conferir o andamento das obras. 

Segundo dados da Secretaria Especial de Produtividade e Comércio Exterior do Ministério da Economia, esse bloco foi o terceiro principal destino das exportações brasileiras em 2019, respondendo por 5% de todas as vendas para o exterior. Entre janeiro e julho de 2020, o volume de exportações para os países da Asean subiu 21,5% em relação ao mesmo período no ano passado.

 
 

Felpuda


Os bastidores fervem com a ciumeira que vem acontecendo em alguns municípios, onde determinados candidatos estariam sendo mais prestigiados que outros depois das alianças que foram formalizadas nas convenções. As queixas só aumentam, e as lideranças partidárias já não sabem o que fazer, temendo a possibilidade de que a vitória vá para o ralo. A bronca maior está entre integrantes das chapas puras de vereadores que se coligaram na majoritária. E salve-se quem puder!