Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VERBA GARANTIDA

Data para salário dos servidores deve ser divulgado até o fim de semana

Correio do Estado já havia adiantado que salários estavam garantidos no próximo mês
28/04/2020 17:59 - Fábio Oruê, Ricardo Campos Jr


Salário dos servidores de Mato Grosso do Sul deve ser pago de forma integral e a data para o pagamento deve ser divulgado até o fim desta semana. Conforme o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Corrêa Riedel, o salário será pago na semana que vem. 

"Para o mês de abril, manteremos o pagamento de salário integral, deve cair na semana que vem. A Sefaz deve divulgar a data até o fim desta semana", disse Riedel, em transmissão ao vivo nesta terça-feira (28). 

Como já adiantado pelo Correio do Estado, a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe queda da arrecadação com impostos em todo o Estado e gerou incertezas quanto ao pagamento salarial dos servidores. Mas tanto a gestão estadual quanto a de Campo Grande garantiram que vão cumprir os compromissos com a folha, porém, os municípios do interior ainda não sabem se o pagamento sairá em dia.

 
 

A folha estadual tem mais de 81 mil servidores estaduais, que somados ativos e inativos, como aposentados e pensionistas, custam mais de R$ 469 milhões mensais. A Prefeitura de Campo Grande informou que apertou os cintos, mas vai garantir o pagamento de servidores com recursos próprios. 

Mesmo com a redução na arrecadação do último mês, a prefeitura cravou para o quinto dia útil o pagamento dos seus 27 mil funcionários, com folha salarial de R$ 130 milhões mensais.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.