Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DATA ESPECIAL

Parceria está concedendo descontos para servidores do Estado em lojas da Capital

Convênio proporcionou descontos que variam de 3% a 30% para as compras do Dia dos Pais
07/08/2020 18:00 - Fábio Oruê


Para garantir o presente do Dia dos Pais, os servidores públicos Estaduais contam com descontos que variam de 3% a 30% no comércio de Campo Grande. Farmácias, lojas prestadores de serviços, lojas de vestuários, óticas e relojoarias estão entre as que oferecem os descontos.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), pasta ligada à formalização dos convênios, a lista com os estabelecimentos parceiros pode ser acessada aqui. A iniciativa faz parte de um convênio firmado entre o governo Estadual e a Câmara de Dirigentes Lojistas da Capital, e possibilita o acesso aos benefícios em lojas selecionadas do varejo.

Para ter acesso aos descontos, é importante que o servidor apresente um holerite ou ainda, sua carteira funcional, disponível no aplicativo MS Digital (aba Portal do Servidor/Carteira Funcional).

Também são conveniados com o governo do Estado, a Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande e a Associação de Vendedores do Centro Comercial Popular Marcelo Barbosa da Fonseca, o Camelódromo. Na Feira Central, os descontos podem variar entre 5% e de 10%; no Camelódromo entre 10% e 20%.

Outra iniciativa é o Clube de Benefícios do Servidor, que também assegura descontos para o funcionalismo na aquisição de produtos e serviços dos setores de Alimentação, Seguradoras, Escolas, Faculdades, Saúde, Lazer, Idiomas, Capacitação e Cartões. Acesse aqui.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!