Clique aqui e veja as últimas notícias!

ECONOMIA

Mato Grosso do Sul registra aumento de 147% de geração de emprego no setor industrial

Nos primeiros 10 meses deste ano, as indústrias criaram 7.378 novas vagas de trabalho, enquanto de janeiro a outubro de 2019 foram 2.988
03/12/2020 11:03 - Gabrielle Tavares


Segundo levantamento do Radar Industrial da Fiems, em 2020 o setor industrial do Estado registrou aumento de 147% em geração de emprego formal, em comparação com o ano passado. 

De janeiro a outubro foram 7.378 novas vagas, no mesmo período de 2019 foram 2.988.

Segundo o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende foram 51.346 contratações e 43.968 demissões. “Esse montante garante ao setor a condição de maior gerador de postos formais de trabalho no Estado até aqui”, analisou.

De acordo com o coordenador, somente no mês de outubro a indústria foi responsável pela abertura de 1.216 postos formais de trabalho em Mato Grosso do Sul, resultado de 5.849 contratações e 4.633 demissões.

Acompanhe as ultimas noticias 

O conjunto das atividades industriais do Estado encerrou outubro deste ano com 132.678 trabalhadores empregados. Até o momento, este índice foi 5,89% maior em relação ao fechamento do ano anterior, quando o contingente ficou em 125.300 funcionários.

“A atividade industrial responde por 19,6% de todo o emprego formal existente no Estado, ficando atrás dos setores de serviços, que emprega 196.979 trabalhadores e tem participação de 29,1%, e da administração pública, com 145.268 empregados ou 21,5%”, apontou Resende.

Atividades que mais contrataram

Resende informou ainda que as atividades industriais que mais abriram vagas no mês de outubro foram fabricação de refrigeradores, construção, manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos e fabricação de calçados de material sintético.

Já ao longo do ano, entre os meses de janeiro a outubro, as categorias que mais ofertaram vagas foram abate de suínos, abate de aves, construção, fabricação de celulose, preparação de subprodutos do abate, abate de bovinos, fabricação de açúcar, fabricação de óleos vegetais e fabricação de etanol.

Municípios que mais contrataram

Em relação aos municípios que mais contrataram no período de janeiro a outubro, Ezequiel Resende revela que em 59 deles as atividades industriais registraram saldo positivo, proporcionando a abertura de 7.900 vagas.

“Entre as cidades com saldo positivo de pelo menos 150 vagas destacam-se Dourados (+1.546), Três Lagoas (+658), Campo Grande (+655), São Gabriel do Oeste (+556), Sidrolândia (+535), Naviraí (+488), Caarapó (+253), Nova Andradina (+252), Itaquiraí (+250), Angélica (+219), Água Clara (+194), Brasilândia (+193) e Fátima do Sul (+190)”, finalizou.

*Com informações da Fiems