Clique aqui e veja as últimas notícias!

MAIS OU MENOS

Quais os sinais visíveis de recuperação da economia, apesar da crise financeira

Ano vai fechar com retração, mas ela não deve ser tão intensa como as projeções
10/11/2020 06:00 - Ricardo Campos Jr

A crise econômica não vai deixar a economia brasileira crescer em 2020, mas há sinais de que o rombo será bem menor do que o esperado. Com previsões menos catastróficas para o setor produtivo, o Produto Interno Bruno (PIB) poderá ter um resultado não tão ruim como poderia ser. 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na semana passada que as perspectivas eram de uma variação no gráfico semelhante à marca da Nike, com uma queda abrupta seguida de uma curva de ascensão. Porém, a prática tem mostrado que, na verdade, o cenário é de uma recuperação acentuada.

A economista Daniela Dias disse ao Correio do Estado que os indicadores de empregabilidade são os primeiros a corroborar a tese. Houve redução na velocidade com a qual o desemprego está acontecendo no Brasil. Além disso, até as perspectivas dos empresários estão boas no tocante ao quadro de pessoal.

“O porcentual daqueles que previam fazer demissões a curto prazo começou acima de 30% no começo do ano e agora já está um pouco mais de 10%”.

CONFIANÇA

Para Daniela, outro sinal de recuperação da economia está demonstrado nos indicadores de intenção de consumo das famílias. Segundo ela, houve melhoras nas vendas de móveis, eletrodomésticos e eletrônicos.

“Tivemos também algumas outras percepções de pessoas que estão aumentando gradativamente o fluxo, ou seja, os deslocamentos fora da cidade de domicílio, especialmente nas datas comemorativas. As pessoas estão saindo mais, se deslocando mais, isso reflete em um aumento no tráfego das rodovias, que é outro indicador de melhora”, pontua.

Esse fluxo não é apenas de pessoas viajando a passeio, mas também de cargas. As encomendas de produtos também são positivos e revelam a tendência de retomada.

“A própria decoração do natal reforça a confiança da população. As pessoas já estão se preparando para a data, apensar do cenário conturbado”, pontua.

Ainda não acabou... Faça login ou cadastre-se para continuar lendo essa notícia gratuitamente

Receba acesso também a outras notícias exclusivas. É rapidinho e não pediremos seu cartão de crédito :)

Quero Me Cadastrar

Já tem cadastro? Faça login clicando aqui