Economia

dourados

Soja não transgênica é tema de reunião

Soja não transgênica é tema de reunião

dourados agora

09/06/2011 - 18h30
Continue lendo...

Foi realizado hoje (09), no mini-auditório da Embrapa Agropecuária Oeste, uma reunião com pesquisadores e produtores de sementes e grãos de soja interessados em debater as oportunidades para a criação de uma associação de produtores de soja com cultivo de variedades não transgênicas.

Durante o encontro foram esclarecidas algumas vantagens da produção de soja convencional, que apresenta diversos aspectos positivos, tanto em relação ao bom desempenho (boa produtividade, estabilidade, tolerância a doenças, boa adaptabilidade a região) quanto ao mercado (preço/bonificação ou ainda como alternativa de agregação de valor), entre outros aspectos.

O pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Carlos Lasaro, apresentou detalhes do modelo produtivo que está sendo utilizado em Mato Grosso, por meio do programa denominado ‘Soja Livre’, realizado pela Embrapa, Aprosoja e Abrange. Ele explica que no Estado vizinho esse nome foi dado como forma de possibilitar reflexões de livre escolha, seja do produtor, da indústria ou do consumidor final em relação a produção e/ou consumo da soja não transgênica ou transgênica.

Ele disse ainda que tanto em Mato Grosso do Sul quanto no Paraná têm ocorrido consultas de produtores sobre essa questão. “Essa reunião inicial serviu para nivelar as informações do assunto, além de reunir dados que permitiram identificar gargalos, vantagens, mercado e a possibilidade de associativismo em prol da produção de soja não transgênica no Estado”, disse. Além disso, Lasaro fez uma breve apresentação sobre as principais características da soja convencional da Embrapa.

O gerente do Escritório de Negócios de Londrina da Embrapa Transferência de Tecnologia, Luiz Carlos Miranda, elogiou a iniciativa e disse que são iniciativas como essas que fazem a diferença em termos de transferência de tecnologia e criação de alternativas para o agricultor. Ele falou ainda dos relevantes trabalhos desenvolvidos pela Embrapa Soja, em relação a soja convencional e que podem contribuir com as necessidades locais e informou que vai compartilhar as expectativas do grupo com as lideranças da Embrapa Soja. “A soja é considerada uma comoditie, mas apesar disso o atendimento a mercados especiais, como é o caso da soja convencional, é fundamental para que toda a cadeia do agronegócio da soja cumpra a sua missão”, explicou.

O pesquisador da Fundação MS, Carlos Pitol, uma das instituições proponentes da reunião, falou sobre as pesquisas com soja convencional realizadas na região e destacou a relevância da reunião que reforçou a importância da criação da associação de produtores de soja convencional. “Temos um espaço no mercado para isso, que pode ser uma alternativa para o produtor, além de ser uma forma de evitar a monopolização da principal cultura agrícola do país”, explica ele.

A partir da reunião foi organizado um grupo de trabalho que dará continuidade a organização das atividades futuras em prol da produção de soja convencional em Mato Grosso do Sul.

Imposto

Proposta de tributação dos super-ricos ganha peso no G20, diz Haddad

Grupo reúne as 19 maiores economias do mundo, além da União Europeia e a União Africana.

23/05/2024 21h00

Ministro da Fazenda Fernando Haddad

Ministro da Fazenda Fernando Haddad Arquivo

Continue Lendo...

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta quinta-feira que a proposta brasileira de tributar os super-ricos ganhou relevância rapidamente dentro do G20, grupo que reúne as 19 maiores economias do mundo, além da União Europeia e a União Africana.

Durante um simpósio de tributação internacional do G20, realizado em Brasília, Haddad destacou a necessidade de coordenação entre países para repensar mecanismos de ação tributária. "Nós não vamos resolver nossas dificuldades e desafios com as instituições atuais. Precisamos repensar os organismos multilaterais e o financiamento dessa equação", declarou.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também defendeu a taxação dos bilionários como um instrumento crucial para financiar o combate à fome global.

Proposta brasileira ganha apoio

Haddad mencionou que a proposta brasileira está sendo bem recebida por países como a França. "É impressionante como essa proposta ganhou peso rapidamente, com manifestações de apoio até de países do G7 e da Europa. Há uma consciência crescente de que algo precisa ser feito", afirmou o ministro.

A pedido do governo brasileiro, o economista francês Gabriel Zucman está elaborando um relatório para o G20 sobre a taxação global dos super-ricos. Segundo Zucman, um imposto de 2% sobre o patrimônio de cerca de 3.000 bilionários poderia gerar uma receita de US$ 250 bilhões.

Diálogo com os Estados Unidos

Apesar da oposição dos Estados Unidos, expressa pela secretária do Tesouro, Janet Yellen, que afirmou que Washington não apoia um imposto global sobre a riqueza dos bilionários, o coordenador do Grupo de Trabalho de Arquitetura Financeira Internacional do G20, Felipe Antunes, destacou o diálogo positivo com os americanos. "Eles participaram das discussões, fizeram perguntas críticas, mas também construtivas", disse Antunes.

Antunes também mencionou que há debates sobre a redistribuição dessa tributação, com alguns países mais entusiasmados e outros mais céticos. Haddad enfatizou que a taxação global é uma novidade trazida pelo presidente Lula ao fórum do G20 que "veio para ficar".

Declarações de Lula

Durante a visita do presidente do Benin, Patrice Talon, ao Brasil, Lula reiterou a importância de tributar os super-ricos. "Se os 3.000 bilionários do planeta pagassem 2% de impostos sobre suas fortunas, poderíamos gerar recursos suficientes para alimentar as 340 milhões de pessoas que enfrentam insegurança alimentar severa na África", afirmou Lula.

O presidente brasileiro também criticou o impacto do pagamento da dívida externa sobre os países pobres, que prejudica investimentos em áreas essenciais como educação e saúde. "Não há como investir em educação, saúde ou adaptação às mudanças climáticas se grande parte do orçamento é consumida pelo serviço da dívida", concluiu.

Loteria

Resultado da Mega Sena 2728 de hoje, quinta-feira (23/05); veja os números

Prêmio estava estimado em R$ 40 milhões; Confira se você foi sortudo

23/05/2024 19h18

Confira o resultado do sorteio da Mega-Sena

Confira o resultado do sorteio da Mega-Sena Divulgação

Continue Lendo...

A Caixa Econômica Federal sorteou as seis dezenas do concurso 2728 da Mega-Sena na noite desta quinta-feira (23), no Espaço da Sorte, em são Paulo.

O prêmio estava estimado em R$ 40 milhões.

Números sorteados no concurso 2728: Confira o resultado

  • 02 - 43 - 11 - 09 - 25 - 51

Verifique sua aposta e veja se você foi um dos sortudos deste concurso.

O rateio, que é o número de acertadores e o valor que cada acertador irá receber, será divulgado em breve pela Caixa Econômica Federal.

Os sorteios são transmitidos ao vivo pelo canal do Youtube da Caixa.

Como jogar na Mega-Sena

Os sorteios da Mega-Sena são realizados três vezes por semana, às terças, quintas e aos sábados.

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 18h (horário de MS) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet.

A Mega-Sena paga milhões para o acertador dos 6 números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5 números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas.

Para realizar o sonho de ser milionário, você deve marcar de 6 a 20 números do volante, podendo deixar que o sistema escolha os números para você, pela modalidade surpresinha, ou concorrer com a mesma aposta por 2, 3, 4, 6, 8, 9 e 12 concursos consecutivos, chamada Teimosinha.

A aposta mínima, de 6 números, custa R$ 5,00.

É possível marcar mais números. No entanto, quanto mais números marcar, maior o preço da aposta.

Premiação

Caso não haja acertador em qualquer faixa, o valor acumula para o concurso seguinte, na respectiva faixa de premiação.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no FIES - Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.

Não deixe de conferir o seu bilhete de aposta.

A quantidade de ganhadores da Mega-Sena e o rateio podem ser conferidos aqui.

 

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).