Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FAMÍLIAS CARENTES

União investe R$ 9,4 milhões em moradias para 144 famílias de Água Clara

Cada casa construída ficou em cerca de R$ 11 mil; outros dois estados receberam moradias
04/09/2020 15:36 - Fábio Oruê


Município de Água Clara recebeu da União 144 moradias populares, para as famílias carentes da região. O loteamento Jardim Alvorada II teve investimento de R$ 9,4 milhões do governo Federal.  

 As casas de 46,64 m², em lotes individuais, estão divididas em três módulos. Cada unidade tem o valor médio de R$ 111 mil e foram feitas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Ao todo, nesta semana, 1.536 famílias foram beneficiadas com a entrega de moradias próprias. As habitações estão localizadas em Foz do Iguaçu (PR), São Paulo (SP) e Praia Grande (SP), além de Água Clara. No total, mais de 6 mil pessoas serão beneficiadas com as residências. 

Para a construção dos empreendimentos, a Pasta investiu R$ 222,6 milhões.

"Estamos cumprindo a determinação do presidente Bolsonaro de atender as pessoas que mais precisam e, ao mesmo tempo, trabalhando para reduzir o déficit habitacional no nosso País. Por isso, não paramos as obras, lançamos o programa Casa Verde e Amarela e reduzimos as taxas de juros", destacou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Em São Paulo, com a presença do ministro, foram repassadas à população 900 moradias em dois conjuntos habitacionais na capital, que devem beneficiar mais de 3,6 mil pessoas nos residenciais Guido Caloi e São Carlos. 

Além disso, Marinho anunciou a entrega de 152 unidades em Praia Grande (SP). No total, foram investidos pelo governo federal mais de R$ 186 milhões – desses, mais de R$ 60 milhões foram disponibilizados desde o ano passado.

Em Foz do Iguaçu (PR), o residencial Angatuba é composto por 340 unidades habitacionais, distribuídas em 22 blocos de apartamentos. O empreendimento custou R$ 27,2 milhões aos cofres públicos. Cada apartamento (43,65 m²) tem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, além de vaga de garagem. 

A área de lazer tem dois salões de festas, dois quiosques e playgrounds. A infraestrutura conta com redes de água, esgoto, águas pluviais e elétrica, além de pavimentação. O residencial receberá 121 famílias do residencial Duque de Caxias, que foi desocupado em fevereiro de 2019 pelo risco de colapso das estruturas.

 
 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...