Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RETOMADA

Em agosto, as vendas de veículos seminovos cresceram até 15% no Estado

Federação aponta crescimento de 9%; empresas registraram aumento ainda maior na comercialização
23/09/2020 08:00 - Súzan Benites


Mato Grosso do Sul registrou crescimento na venda de veículos seminovos em agosto. De acordo com dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), no oitavo mês do ano houve ampliação de 8,9% na comercialização de veículos seminovos e usados no comparativo com o ano passado. 

Em agosto de 2019 foram vendidos 18.761 automóveis, enquanto neste ano foram 20.434. Revendedoras apontam números ainda melhores, com ampliação de até 15%.

Para as empresas do Estado, o resultado em agosto foi mais positivo. Segundo o gestor da Teca Automóveis, Felipe de Carvalho, o crescimento foi de 15% em agosto.

 "A loja está vendendo conforme meta estipulada para 2020. Mesmo com a pandemia, as coisas continuaram como previstas. O mês passado foi excelente, média de 15% de aumento”, disse.

De acordo com o gerente da V4 Veículos, Giovany Júnior, apesar de queda nas vendas no início da pandemia, houve recuperação no último mês.

“No começo da pandemia tivemos uma queda de 30% nas vendas. Em agosto, realmente as vendas aumentaram, cerca de 10%”, destacou, ressaltando ainda que nos próximos meses as perspectivas são boas.

“Nossa expectativa é uma melhora gradativa até o fim do ano, entre 5% e 10% por mês”, projetou o gerente.

Ainda conforme a Fenauto, no comparativo entre os meses de julho e agosto as vendas no Estado foram menores. Em julho as revendedoras de veículos comercializaram 21.274 automóveis, 3% a mais que em agosto. 

A média diária de vendas foi de 973 automóveis nos dias úteis de agosto, maior tanto que no mês imediatamente anterior (5,2%) quanto o ano passado (14,1%).  

Veículos mais vendidos

Os veículos mais vendidos foram os usados com idade entre 13 anos ou mais. Foram 5.842 unidades em 2020, contra 4.572 no ano passado, crescimento de 27,77%. 

Na sequência, os usados com idade entre nove e 12 anos ampliaram as vendas em 22,3%, saindo de 4.276 unidades para 5.229 em 2020. 

Os seminovos, entre zero e três anos de uso, também registraram crescimento de 6,2% – no ano passado foram vendidos 2.315 e neste ano 2.459.

Entre as categorias, os automóveis foram os mais vendidos. Em agosto foram 10.898 unidades comercializadas. Na sequência, as motos, com 4.878 unidades, e os comerciais leves, com 3.366 veículos.

Já em relação aos modelos, os campeões são os chamados “carros populares”. O mais vendido em agosto foi o Gol, com 1.545 unidades, ou 14,1% do total. 

Na sequência vem o Uno, com 1.005 automóveis, e o terceiro da categoria auto foi o Pálio, com 520 unidades.

Na categoria comerciais leves, a caminhonete S10 foi a mais vendida, com 718 unidades, seguida da picape Strada, com 606 comercializadas, e da picape Saveiro, com 482 unidades.  

O resultado nacional foi positivo

Segundo a Fenauto, o resultado nas vendas de veículos foi 10,9 % maior do que o verificado em julho, alcançando 1.264.408 unidades contra 1.143.726 em julho. 

Já na primeira semana de setembro, esse movimento positivo continuou, com um aumento de 3,98%.  

Embora o resultado acumulado neste ano ainda esteja negativo em 26,8%, a Fenauto já computa 20 estados com resultados acima do mês de julho e 17 estados acima dos números obtidos em agosto do ano passado. 

Como a maior parte dos entes federados está com resultado superior a 2019, a Fenauto acredita que o ano se encerrará positivamente.  

De acordo com o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, os resultados positivos se mantêm desde abril.

 “Estamos mais otimistas com os resultados positivos que vêm se mantendo desde abril. Gradualmente a economia vem se ajustando à nova realidade, e percebemos que o consumidor vem buscando as lojas para realizar o sonho adiado de comprar seu automóvel. Estamos confiantes que até o final do ano continuaremos com os resultados positivos nas vendas”, destacou.

Venda de veículos novos também cresceu 

Levantamento da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) aponta que em agosto foram vendidos 8.194 veículos novos em Mato Grosso do Sul, aumento de 33,95% em relação ao mês de julho, quando foram comercializados 6.117. 

São considerados os segmentos de automóveis comerciais leves, caminhões e ônibus. 

Na comparação com agosto de 2019, houve queda de 10% na comercialização de veículos; em 2019 foram registrados 9.170 emplacamentos no mesmo mês.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...