Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECUPERAÇÃO

Vendas do varejo crescem após dois meses negativos

Levantamento do IBGE aponta crescimento de 17,5% em um mês
08/07/2020 16:03 - Súzan Benites


Levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quarta-feira (8), aponta recuperação no comércio varejista. Conforme o estudo, de abril para maio as vendas em Mato Grosso do Sul cresceram 17,5%.  

Quando analisado o crescimento mensal, no quinto mês do ano o comércio ampliou em 2,8% o percentual de vendas comparado ao mesmo mês do ano passado, sendo o primeiro registro positivo desde os primeiros casos do novo coronavírus (Covid-19) registrados no País. No acumulado do ano, entre janeiro e maio o resultado permanece negativo em 1,2%.  Já nos últimos 12 meses, o cenário é de leve queda (0,7%).  

Em março o resultado da comercialização de produtos havia sido de -2,3% e em abril, quando as medidas de isolamento social e fechamento das atividades foi estabelecido no Estado, a queda nas vendas foi de 12,6%.

Segundo o IBGE, o estudo produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no País. “Investigando a receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista”, explica a nota do Instituto.  

NACIONAL

No país, o volume de vendas no varejo, em maio de 2020, teve aumento de 13,9% com relação a abril, após recuo recorde de 16,3% em abril. É a maior alta da série histórica da pesquisa, iniciada em janeiro de 2000. O resultado indica uma recuperação do comércio varejista nacional após dois meses de queda devido ao cenário de pandemia e isolamento social iniciado em março de 2020.  

As 27 unidades da federação tiveram crescimento no volume de vendas do comércio varejista na passagem de abril para maio. Entre os maiores destaques estão Rondônia (36,8%), Paraná (20,0%) e Goiás (19,4%).  

No comércio varejista ampliado, que inclui Veículos, motos, peças e material de construção, o volume de vendas cresceu 19,6% em relação a abril. A média móvel foi -5,9%. Em relação a maio de 2019, o comércio varejista ampliado recuou 14,9%. O acumulado no ano registrou queda de 8,6%, contra recuo de 6,9% no mês anterior. O acumulado nos últimos 12 meses foi de -1,0%.

 

Felpuda


Entre sussurros, nos bastidores políticos mais fechados, os comentários são que história apregoada por aí teria sido construída para encobrir o que realmente foi engendrado em conversa que resultou em negociata. 

O script foi na base do “você finge que é assim, e nós fingimos que acreditamos”. 

Batido o martelo, a encenação prosseguiu e, conforme o combinado, deverão ser apresentados novos episódios.

Ah, o poder!