Clique aqui e veja as últimas notícias!

OPORTUNIDADE

Aproximadamente 1,2 mil detentos realizam Enem em Mato Grosso do Sul

Segundo dia de provas para presidiários acontece nesta quarta-feira em todo Estado
24/02/2021 10:09 - Naiara Camargo


O Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (ENEM-PPL) acontece nesta quarta-feira (24) em todo país.  Ao todo, são 41.864 inscritos nas 27 federações. Desses, 1.226 são de Mato Grosso do Sul.

Cerca de 95% dos participantes no Estado são homens, o que representa o número de 1.181 rapazes. As provas são aplicadas em unidades prisionais. Por conta da pandemia da Covid-19, o ENEM PPL 2020 teve de ser adiado para este ano. O mesmo ocorreu com as edições do Enem impresso e digital

Os presidiários da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Penitenciária Federal de Campo Grande e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas fazem as provas.

Últimas notícias

Alunos do ensino fundamental e médio podem realizar o exame apenas como treineiros. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o ENEM PPL pode servir de porta de entrada para o ensino superior, tanto em universidades públicas quanto privadas. 

O candidato pode concorrer a vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Sistema de Seleção Unificada do Ensino Profissional e Tecnológico (Sisutec), Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Em 2019, 1.054 presos da agência penitenciária se inscreveram para a prova.

Medidas de biossegurança contra a Covid-19

Em razão da pandemia do novo coronavírus, instituições devem seguir rígidas normas de biossegurança para conter a proliferação do vírus, até em provas. Algumas delas são:

  • Uso de máscara obrigatório
  • Candidato deve ter sua caneta própria
  • Disponibilização de álcool gel nas salas e banheiros
  • Distanciamento social

Enem PPL

A prova possui 90 questões de múltipla escolha e uma redação. As matérias cobradas na prova são português, literatura, matemática, química, física, biologia, história, geografia, sociologia, filosofia, artes e inglês ou espanhol. A primeira prova tem duração de 5 horas e 30 minutos, e a segunda, de 5 horas. 

"Em ambos os dias serão disponibilizados, ainda, tempo adicional de 60 minutos para o participante que, por meio do seu responsável pedagógico solicitou atendimento especializado e inseriu seu documento de comprovação da sua solicitação e teve deferimento", afirma a chefe da Divisão de Educação da Agepen, Rita de Cássia Argolo Fonseca.

A oportunidade serve como porta de entrada para várias universidades públicas e particulares do país.

O teste sempre é aplicado no fim de cada ano, porém, em 2020 teve de ser adiada para o ano que vem devido à pandemia da Covid-19.

Assine o Correio do Estado