Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

Prefeitura de Três Lagoas está com inscrições abertas para seleção de professores

Inscrições devem ser feitas pela internet e custam R$ 50
01/12/2019 11:33 - ADRIEL MATTOS


 

A prefeitura de Três Lagoas, cidade no leste de Mato Grosso do Sul está com inscrições abertas para um processo seletivo de contratação de professores temporários para 2020. As inscrições vão até 12 de dezembro.

Podem participar os candidatos docentes com ou sem vínculo funcional com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec). A escolha do cargo será feita no ato da inscrição, devendo o candidato inscrever-se em uma única vaga. Para todos os cargos a carga horária semanal será 20h.

Entre os cargos que atuarão na Rede Municipal de Ensino e Escola Municipal do Campo da REME está: Professor de Educação Infantil (Grupo 1 ao 6); Professor de Ensino Fundamental I (1º ao 3º ano); Professor de Ensino Fundamental I (4º e 5º ano); Professor de Ensino Fundamental II nas áreas de Português, Matemática, Ciências, Geografia, História.

Já entre os cargos que atuarão nas atividades complementares e projetos socioeducacionais está: Magistério ou Normal Médio ou Normal Superior ou Licenciatura Plena em Pedagogia e declaração de experiência em Projetos Socioeducacionais; Licenciatura Plena em Educação Física e declaração de experiência em Projetos Socioeducacionais e Licenciatura Plena em Educação Física e declaração de experiência na área. O processo seletivo contempla educadores esportivos (esportes coletivos, individuais e olímpicos) e de atividades culturais (dança, teatro e música).

As inscrições devem ser feitas na página da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec) na internet e a taxa é de R$ 50. O edital está disponível para consulta no site da prefeitura (clique aqui para ler).

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.