Clique aqui e veja as últimas notícias!

EDUCAÇÃO

UFMS oferta mais de mil vagas de graduação sem necessidade de vestibular

As oportunidade são ofertadas em 34 cursos, distribuídas em 10 municípios de Mato Grosso do Sul
12/02/2021 12:16 - Gabrielle Tavares


Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) abriu 1.131 vagas para transferência interna, portadores de diploma e refugiados. Inscrições podem ser feitas até 21 de fevereiro. 

As oportunidade são ofertadas em 34 cursos, distribuídas em 10 municípios de Mato Grosso do Sul. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no site ngresso.ufms.br, onde também está disponível edital completo sobe o processo seletivo.

Últimas notícias

A liberação do acesso à Área do Candidato será confirmada por meio de e-mail informado no momento do cadastro. O resultado preliminar está previsto para 2 de março e o início das aulas para 15 de março.

O pró-reitor de Graduação, Cristiano Costa Argemon Vieira explica que inicialmente as vagas serão preenchidas por candidatos que desejam realizar a transferência de outras instituições para a UFMS.

"Caso restem vagas, elas serão preenchidas por estrangeiros portadores de visto de refugiado, humanitário ou de reunião familiar. Restando ainda vagas, serão preenchidas por candidatos que já possuem diploma de graduação e que queiram realizar uma outra graduação na Universidade”, disse.

Requisitos

Transferência externa_ ter vínculo, de matrícula ou trancamento, no segundo semestre letivo de 2020 na instituição origem; ter sido aprovado no mínimo em quatro disciplinas, comprovadas por meio do Histórico Escolar;

Refugiados_ comprovante da situação de refúgio, razão humanitária ou reunião familiar; desempenho individual no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado entre os anos de 2015 a 2019. 

Também é preciso ter concluído o Ensino Médio. Para aqueles candidatos que realizaram os estudos no exterior, é preciso parecer de Equivalência de Estudos emitido pela Secretaria Estadual de Educação e Histórico Escolar acompanhado de tradução realizada por tradutor público.

Portador de diploma_ deverão ter concluído curso de graduação reconhecido pelo MEC.

Critérios de classificação

O Processo Seletivo da conferência das informações e dos documentos anexados no momento da inscrição, não serão aceitas atualizações depois de encerrada as inscrições.

Primeiro, será feita a análise das inscrições deferidas de transferência externa, como explicou o Vieira. As vagas serão preenchidas primeiramente pelos estudantes da Classe I, cujo curso de origem tem o mesmo nome do curso de destino.

Depois, caso ainda restem vagas, serão contemplados alunos que se enquadram na Classe ll, que o curso de origem tem o mesmo nome do curso de destino, porém, de modalidades diferentes (bacharelado – licenciatura).

Por último, a Classe lll, onde o curso de origem é da mesma área de conhecimento do curso de destino, conforme Tabela de Áreas de Conhecimento da Capes.

Dentro de cada classe, os estudantes serão classificados em ordem decrescente, conforme os seguintes critérios:

a) maior carga horária cursada em disciplinas com aprovação no curso de origem;

b) maior média obtida em disciplinas cursadas com aprovação no curso de origem;

c) maior idade.

As vagas não preenchidas na etapa de transferência, serão direcionadas para os refugiados. A classificação será feita da seguinte forma:

a) maior nota obtida no Enem (somatório das notas da área de conhecimento e da redação);

b) maior idade.

Por último, as vagas remanescentes serão distribuídas para quem já possui um diploma, analisados da seguinte forma:

a) maior carga horária do curso concluído;

b) maior média obtida em disciplinas cursadas com aprovação no curso concluído;

c) maior idade

Confira o edital: