Esportes

LUZ, FUTEBOL E AÇÃO

Prefeitura ilumina 40 campos de futebol na capital

Nesta quarta-feira, os campos contemplados estão localizados nos bairros Vila Nasser e Jardim Colúmbia; ao todo, 40 espaços esportivos já foram iluminados pela prefeitura

Continue lendo...

A Prefeitura de Campo Grande realizou, nesta quarta-feira (22), a iluminação de dois campos de futebol localizados na Vila Nasser e Jardim Colúmbia. Ao todo, 40 campos já receberam este benefício.

Em cada um dos dois campos contemplados esta semana, foram instalados 9 postes, 32 luminárias e 320 metros de cabos, pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Sisep). 

Para o presidente do Bairro Vila Nasser, Paulo Moura, a iluminação traz uma nova perspectiva na prática de esportes no campo, nomeado como Jornalista Ramão Cabreira.

"Agora teremos torneio de terrão, que contemplará o futebol amador. Além disso, a iluminação traz segurança e as crianças poderão frequentar o local com suas famílias à noite", reforçou.

Além do campo da Vila Nasser, o campo do Jardim Colúmbia também foi iluminado. No local, há práticas de capoeira e outras atividades, além de ter a presença da escolinha de futebol do bairro. Para Cristiane Oliveira, moradora há 29 anos no Jardim, a iluminação era de extrema importância para a população que ali convive.

"Esse é o único lugar de lazer que a gente tem no bairro. Então a gente precisava muito dessa iluminação, pois sem luz, fica marginalizado e apagado. Agora, além de tudo, teremos mais segurança, e as pessoas poderão usar mais esse espaço, que é nosso", afirma.

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura, sete regiões urbanas da capital já receberam este serviço e 14.225 luminárias de Led foram implantadas, somando os 40 campos de futebol.

A ouvidoria da Prefeitura foi contatada a fim de nos informar sobre quais campos e regiões foram contempladas, mas, até o momento desta reportagem, não retornaram.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO
 

Esportes

Fluminense demite Fernando Diniz sete meses após título da Libertadores

Marcão assume a equipe na partida de quinta-feira contra o Vitória

24/06/2024 14h00

Fernando Diniz é demtido do Fluminense

Fernando Diniz é demtido do Fluminense Reprodução/

Continue Lendo...

Fernando Diniz não é mais técnico do Fluminense. Após reunião nesta segunda-feira ficou definido o fim da segunda passagem dele pelo clube. Em nota, o tricolor pediu apoio da torcida.

Diniz não resistiu à derrota para o Flamengo no domingo. O clube está na lanterna do Campeonato Brasileiro e vem de péssimos resultados. O tricolor confirmou a queda em nota.

"O técnico Fernando Diniz deixou o comando do Fluminense FC nesta segunda-feira. Diniz deixa como legado desta sua passagem não somente alguns dos títulos mais importantes da história de nosso clube, conquistados em 2023 e 2024, mas também o legado de um trabalho muito bem-sucedido em sua primeira etapa de sua atual passagem, ensinamentos importantes sobre sua maneira de entender o futebol e uma visão humanística que no todo trazem enorme contribuição a este esporte", disse nota do Fluminense.

Marcão assume a equipe na partida de quinta-feira. O Flu encara o Vitória no Maracanã.
Na nota, o Fluminense pede apoio da torcida. "O Fluminense precisa de todo apoio do torcedor. Este é um momento que pede união de todos em torno do objetivo maior de retomarmos o caminho das vitórias."

O melhor momento de Diniz foi com o título da Libertadores em 2023. Ele voltou ao Flu em 2022. Nesse período, além do troféu continental, também ganhou o Carioca e a Recopa Sul-Americana.

Fernando Diniz vinha sendo alvo de críticas da torcida. O clube tentou segurar e demonstrar confiança, mas a fase pesou contra. Este é o pior início do clube no Brasileirão.
"Risco de demissão eu não tenho preocupação. Não sou eu que me demito e me contrato. Não vou ter medo de ser demitido. Nunca tive isso na carreira. Tenho muita coerência no meu trabalho, mesmo que pese que é um momento ruim do Fluminense. Estamos tentando de tudo, dentro das minhas possibilidades, para ajudar o time a melhorar e conquistar as vitórias", disse Fernando Diniz após a derrota para o Flamengo.

Após o clássico, Diniz disse ter respaldo da diretoria. No entanto, admitiu que isso não afasta risco de demissão.

*Informações da Folhapress


 

Esportes

Prefeitura do Rio desapropria imóvel para construção de estádio do Flamengo

Terreno anteriormente pertencia à Caixa Econômica Federal, e abrigava o Gasômetro

24/06/2024 13h30

Projeto mostra como ficará o estádio

Projeto mostra como ficará o estádio Divulgação

Continue Lendo...

A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou, nesta segunda-feira (24), a desapropriação de um imóvel na zona portuária da cidade para a construção do estádio do Clube de Regatas Flamengo. O terreno, que anteriormente abrigava o Gasômetro, um complexo de armazéns de gás natural, está localizado próximo à Rodoviária Novo Rio e ao terminal intermodal Gentileza.

O clube vinha negociando há alguns anos com a Caixa Econômica Federal, proprietária do terreno. A prefeitura interveio para acelerar as negociações e assegurar a construção do estádio no local.

“Os clubes cariocas, especialmente os quatro grandes, têm uma importância enorme para a economia do Rio de Janeiro”, afirmou o prefeito Eduardo Paes, em vídeo divulgado em suas redes sociais neste domingo (23).

“O estádio é crucial para a revitalização daquela região da cidade. O Flamengo não vai construir apenas um estádio, mas um local de entretenimento completo. Haverá um centro de convenções, que já exigi do Flamengo. Ainda há muito a ser feito, mas estamos trabalhando. Vamos colaborar com a direção do Flamengo”, acrescentou Paes.

Em nota, o clube celebrou a decisão da prefeitura em realizar a desapropriação.

“A decisão do prefeito Eduardo Paes reconhece o interesse público envolvido e representa um passo significativo para a realização do projeto de construção do estádio próprio do Flamengo, um sonho de toda a nação rubro-negra. A diretoria do Flamengo está ciente da importância dessa obra tanto para o clube quanto para a revitalização de uma das áreas mais tradicionais da cidade”, diz a nota.

Segundo o clube, o projeto prevê um grande investimento financeiro no local, capaz de transformar a região ao redor do novo estádio, valorizando a área e entregando à cidade um espaço moderno, voltado tanto para o entretenimento quanto para o comércio.

O Flamengo possui um campo de futebol com arquibancada em sua sede na Gávea, na zona sul da cidade, que não é utilizado para jogos profissionais. Atualmente, o clube utiliza o estádio do Maracanã, uma arena estadual cuja administração da concessão é compartilhada com o Fluminense Football Club.

Assine o Correio do Estado.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).