Clique aqui e veja as últimas notícias!

MUNDIAL DE CLUBES

De treinador sem títulos, Abel Ferreira vira motivo de orgulho em Portugal

O técnico do Palmeiras pode em um intervalo de apenas cinco semanas mudar o seu status profissional
03/02/2021 10:52 - Da Redação


O técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, pode em um intervalo de apenas cinco semanas mudar do status de um treinador sem títulos para um que tem as mais valiosas e cobiçadas conquistas para um time sul-americano. O português de 42 anos conquistou a primeira taça da carreira ao vencer a Copa Libertadores no último sábado e agora pode acrescentar ao currículo o Mundial de Clubes e no mês que vem a Copa do Brasil. As façanhas têm causado grande repercussão até mesmo em Portugal, com direito a telefonema do presidente do país.

De 30 janeiro até 7 de março, data da decisão da Copa do Brasil, Abel viverá cinco semanas intensas e capazes de transformar ainda mais a carreira do jovem treinador. O título da Libertadores já representou por si só um grande degrau avançado para quem não tinha conquistas no futebol profissional. Porém, a chance de ir mais longe motiva o português a sonhar.

"Ainda há muito a trilhar. É bom sentir essa emoção de ser campeão, mas tem mais coisas a conquistar", disse Abel. O português só havia conquistado como treinador títulos nas categorias de base do Sporting. Mesmo como jogador do clube lisboeta, Abel acumulou apenas quatro conquistas: duas Copas de Portugal e outras duas Supercopas do país.

Se vencer o Mundial de Clubes no Catar, o português vai agregar ao currículo de treinador a segunda conquista da carreira. A terceira pode vir semanas depois, já que em 28 de fevereiro e 7 de março o Palmeiras terá a decisão contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. A equipe já está garantida em 2021 em outra disputa de título. Por ter sido campeão da Libertadores, o time vai encarar o campeão da Sul-Americana, o Defensa y Justicia, da Argentina, pela da Recopa. Será mais uma chance de Abel erguer uma taça.

A sequência de decisões e de bons resultados podem fazer o treinador entrar para a história mesmo em tão pouco tempo de clube. O português estava no PAOK, da Grécia, até outubro e desembarcou no futebol brasileiro no início de novembro. O Palmeiras ganhou a Libertadores, está na final da Copa do Brasil e teve um bom aproveitamento no Brasileirão. Sob o comando dele, o time conquistou cerca de 60% dos pontos disputados.

"Em Portugal nós compartilhamos conhecimento, e cada um faz o seu caminho. Acima de tudo, (o meu trabalho) foi indicar um caminho e, de uma forma simples, foram construindo uma forma de jogar coletiva", explicou Abel. Discreto, o português prefere dividir os méritos com os jogadores e membros da comissão técnica, mas tem a noção do quanto tem conseguido fazer história no Brasil.

ORGULHO - Os feitos de Abel têm causado grande repercussão em Portugal. A imprensa local deu destaque à conquista da Copa Libertadores e enfatizou mais um trabalho competente feito por um português em outro país. A mesma escola que formou José Mourinho, Jorge Jesus, Nuno Espírito Santo e tantos outros profissionais, vê um outro compatriota fazer sucesso do outro lado do Atlântico.

Para o presidente da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol de Portugal (ANTF), José Pereira, os resultados de Abel no Palmeiras são motivo de orgulho para os compatriotas. "Para nós é formidável esse sucesso. O Abel é jovem e dá corpo à formação que pregamos para nossos técnicos, com competência, filosofia de trabalho, planejamento de ações e qualidade. Ver o sucesso dele é um grande prazer para nós", disse.

Até quem jogou com Abel Ferreira nos tempos de Sporting se sente feliz com os resultados. O ex-atacante Hélder Postiga disputou as Copas de 2006 e 2014 por Portugal e tem torcido demais pelo ex-companheiro. "Sinto muito orgulho do Abel. Tenho a oportunidade de ser amigo dele. Além de ser um grande profissional, tem mostrado competência e conseguido impor sucesso. O trabalho dele é motivo de orgulho para todos os portugueses", comentou.

O orgulho do povo português se materializou no sábado. Ainda no vestiário do Maracanã, o treinador recebeu a ligação do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, que o cumprimentou pela conquista. "Para mim é um orgulho tremendo receber uma mensagem e uma chamada dele. Quero agradecer-lhe em meu nome e da minha equipe técnica, como portugueses que somos", disse Abel.