Clique aqui e veja as últimas notícias!

FUTEBOL

Aquidauanense fará final do Campeonato Estadual de MS com o Águia Negra

Clube venceu o Comercial ontem por 3 a 2 e agora reedita decisão de 2019
17/12/2020 08:00 - Da Redação


O Aquidauanense está na final do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol. O time de Aquidauana venceu o Comercial ontem, em jogo apertado, e garantiu pelo menos o vice-campeonato. 

Ele enfrenta o Águia Negra, que já estava classificado desde a semana passada, quando venceu a Sociedade Esportiva e Recreativa de Chapadão do Sul (Serc). Jogando em casa, o clube fez 3 a 2, no estádio municipal Mário Pinto de Souza, o Noroeste.

Por ter feito melhor campanha na primeira fase, o Azulão precisava apenas de um empate para avançar, após o 0 a 0 no jogo de ida, realizado no estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, no domingo (13), em Campo Grande. 

Para o Colorado, só a vitória faria o clube da Capital chegar na decisão.

Com o resultado, Águia Negra e Aquidauanense farão uma reedição da final de 2019, quando o campeão foi o clube de Rio Brilhante.  

No primeiro jogo da decisão do ano passado, o Águia Negra venceu por 2 a 1 na casa do adversário, já em Rio Brilhante, foi derrotado por 1 a 0 pelo Aquidauanense, mas conquistou o título por ter a vantagem de poder perder por até um gol de diferença.  

Para esse ano, o Azulão vai com a gana de vingança, ele chega à sua terceira decisão (2011, 2019 e 2020) e, desta vez, a vantagem está do seu lado, o clube pode jogar por dois empates e decidirá o título em Aquidauana. Já o rival é tricampeão do Estadual.

Conforme tabela da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), a primeira partida da final será neste domingo (20) às 15h, e deve ser realizado no estádio Ninho da Águia, em Rio Brilhante. A data e horário do jogo de volta ainda serão definidos pela entidade.  

JOGO

O Comercial saiu na frente, com gol marcado aos três minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta próximo ao meio de campo, Diego colocou a bola na cabeça do zagueiro Anderson Silva que, sem marcação, cabeceou para o fundo da rede. 

Após o tento Colorado, o Aquidauanense tomou conta do jogo, ao avançar suas linhas de marcação em busca do empate, colocando todos os jogadores no campo do adversário.

Apesar da pressão, e inúmeras chances de gol criadas e desperdiçadas, o Azulão chegou à igualdade apenas no minuto 35, com penalidade máxima assinalada a seu favor. 

Keverson partiu em arrancada pelo flanco direito, cruzou a bola na área e, na disputa de bola, esta atingiu o braço esquerdo do zagueiro comercialino Rafael Lima. O atacante Léo Mineiro bateu e fez: 1 a 1.

A equipe pantaneira voltou melhor para a etapa complementar e logo aos nove minutos virou o placar. Diego Oliveira cobrou falta do lado direito ofensivo para grande área, encontrando Mauro livre para cabecear. 

O zagueiro desvencilhou-se da marcação colorada e só deu leve desvio na bola, para colocá-la do lado direito do goleiro Diego Machado.

O time da Capital deixou tudo igual aos 16 minutos. 

O lateral-esquerdo João Paulo viu espaço para avançar no meio-campo, carregou a bola e driblou três oponentes, antes de tabelar com Pedrinho Figueiredo e receber sozinho, já na pequena área. Com o gol aberto, o lateral só empurrou para dentro.

Vivo no jogo e precisando de apenas um gol para atingir o objetivo, o Comercial lançou-se ao ataque, mas viu sua chance de classificação ir “por água abaixo” aos 42 minutos, com mais um gol do Azulão da Princesa. 

Diego Oliveira recebeu passe em profundidade, invadiu a grande área, fez finta na marcação e cruzou para Léo Mineiro. O camisa nove, totalmente livre de marcação, cabeceou para baixo, sem chances ao arqueiro adversário.