Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESFALQUE

Arrascaeta lesiona a coxa em treino, desfalca o Uruguai e preocupa o Flamengo

Jogador será liberado imediatamente para iniciar o tratamento no Brasil
11/10/2020 12:15 - Estadão Conteúdo


A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) comunicou neste domingo que o meio-campista Giorgian De Arrascaeta teve constatada uma lesão leve na coxa esquerda e vai desfalcar a seleção na partida contra o Equador, terça-feira, pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa de 2022, no Catar.

"O departamento médico da AUF comunica que Giorgian De Arrascaeta terminou o treinamento de ontem (sábado) com um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda. Exames de imagem constataram distensão de grau 1 no local", informou a Associação Uruguaia, em nota oficial.

A entidade confirmou que ele está fora do duelo da seleção uruguaia diante do Equador, mas não disse o tempo de recuperação da lesão e nem se o jogador do Flamengo será liberado imediatamente para iniciar o tratamento no Brasil.

Lesões dessa gravidade costumam exigir cerca de 15 dias de recuperação. Dessa maneira, é possível que o meio-campista desfalque o Flamengo em cinco partidas, quatro pelo Campeonato Brasileiro, contra Goiás, Red Bull Bragantino, Corinthians e Internacional.  

Além disso, o uruguaio deve perder o confronto diante do Junior Barranquilla, da Colômbia, pelo encerramento da fase de grupos da Libertadores O duelo está marcado para o próximo dia 21, no Maracanã.

Arrascaeta foi titular do Uruguai na partida de estreia nas Eliminatórias contra o Chile, que terminou com vitória por 2 a 1 dos uruguaios, com gols de Luis Suárez e Maxi Gómez. Os chilenos marcaram com Alexis Sánchez.

 
 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido