Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NO ENGENHÃO

Botafogo perde pênalti e Fluminense vence amistoso

O encontro abriu a disputa do Troféu Gerson e Didi, criado pelas diretorias dos clubes
25/07/2020 23:00 - Estadão Conteúdo


O Fluminense derrotou o Botafogo por 1 a 0, neste sábado (25), no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, em amistoso com portões fechados visando a preparação para o Campeonato Brasileiro, que começará em 8 de agosto. O gol da vitória tricolor foi marcado por Michel Araújo.

O encontro abriu a disputa simbólica do Troféu Gerson e Didi, criado pelas diretorias dos próprios clubes. O confronto seguinte está marcado já para o próximo sábado, dia 1.º de agosto, no mesmo local.

A cada partida, uma das equipes fica com a taça que homenageia os campeões mundiais com passagens pelos dois times. Quem somar mais pontos até o final da temporada (contando os dois clássicos válidos pelo Brasileirão) leva o troféu de maneira definitiva.

Independentemente do resultado, já estava combinado que o Fluminense receberia a taça neste primeiro encontro, em comemoração aos 118 anos do clube tricolor. Da mesma forma, o Botafogo será o agraciado no próximo final de semana, também em virtude do 116.º aniversário do time alvinegro.

Os técnicos Odair Hellmann e Paulo Autuori não apresentaram muitas novidades em relação às formações que haviam terminado a disputa do Campeonato Carioca. Sem reforços, o Fluminense não pôde contar com Matheus Ferraz, machucado, nem Gilberto, poupado por desgaste muscular.

Já o Botafogo, ainda sem previsão de estreia dos recém-contratados Victor Luis e Kalou, ainda perdeu o atacante Luis Henrique momentos antes do duelo. O jogador foi cortado da delegação alvinegra e vai cumprir quarentena por ter testado positivo para a covid-19.

O JOGO - Apesar do caráter amistoso, Fluminense e Botafogo não "tiraram o pé" e fizeram um jogo franco, cheio de alternâncias e até algumas disputas mais ríspidas. O primeiro tempo foi equilibrado, com leve vantagem e a chance mais clara para os alvinegros. O time quase abriu o placar aos 16 minutos, em linda jogada de Bruno Nazário: o camisa 10 recebeu cruzamento da esquerda, dominou no peito, aplicou um chapéu em Egídio e finalizou de bicicleta, no travessão.

Após a volta do intervalo, a tônica da partida se manteve. Os dois treinadores aproveitaram para fazer substituições e rodar os elencos. O Botafogo voltou a assustar com Guilherme Santos, mas Calegari manteve o placar zerado para o Flu. O time alvinegro ainda teve outra chance em pênalti cometido por Hudson sobre Honda, aos 25 minutos, mas Pedro Raul cobrou mal e mandou para fora.

Logo depois, o Fluminense deu a resposta e garantiu a vitória com Michel Araújo pegando uma sobra de primeira para marcar um belo gol - ele havia acabado de sair do banco de reservas.

Antes da partida entre os profissionais, as equipes sub-23 do Fluminense e sub-20 do Botafogo fizeram um amistoso preliminar no gramado do Engenhão. O time tricolor venceu por 1 a 0, com gol de Luiz Henrique.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...