Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PAULISTÃO

Cantillo tem contrato regularizado e reforça o Corinthians na semifinal

Meio-campista poderá defender o alvinegro na partida contra o Mirassol
31/07/2020 18:00 - Estadão Conteúdo


O meio-campista Victor Cantillo poderá defender o Corinthians na partida contra o Mirassol, domingo, às 16 horas, na arena do clube em Itaquera, pelas semifinais do Campeonato Paulista. 

Nesta sexta-feira, a equipe registrou o novo contrato do jogador, que passou a figurar no Boletim Informativo Diário da CBF.

Cantillo chegou inicialmente ao Corinthians em um acordo de empréstimo de seis meses, sendo que agora seu vínculo foi prorrogado até o fim do ano. 

O clube parcelou em quatro vezes a aquisição de 70% dos direitos econômicos do jogador junto ao Junior Barranquilla, participação que será sua quando o pagamento estiver concluído.

Desde então, o Corinthians pagou duas das quatro parcelas pela compra de Cantillo: US$ 900 mil (R$ 4,69 milhões, na cotação atual) em janeiro e US$ 540 mil (R$ 2,815 milhões) na última quarta-feira. 

Ainda falta o repasse de US$ 1,5 milhão (R$ 7,8 milhões), divididos em dois pagamentos.

Como foi detectado com coronavírus, pouco antes da volta das competições, Cantillo não participou dos três jogos que o Corinthians fez no Paulistão nessa volta. 

Agora, porém, está de novo contrato e melhor condicionado fisicamente.

Há a dúvida, porém, se o técnico Tiago Nunes vai escalá-lo diante do Mirassol ou deixá-lo como opção no banco de reservas. 

Gabriel vem sendo o primeiro volante, enquanto Éderson ganhou a vaga de Camacho como segundo volante titular na partida contra o Red Bull Bragantino, tendo marcado, inclusive, um gol, assim como havia acontecido diante do Oeste.

 
 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!