Esportes

brasileiro

Casemiro renova com Real Madrid até 2021

Casemiro renova com Real Madrid até 2021

Continue lendo...

último dia da janela de transferências europeias, até o momento, não trouxe nenhuma novidade à torcida do Real Madrid. Com De Gea ainda especulado, quem roubou a cena nos bastidores foi o brasileiro Casemiro que, nesta segunda, acordou sua renovação contratual com a diretoria merengue até junho de 2021.

O volante ex-São Paulo, contratado pelo Real Madrid, em definitivo, em meados de 2013, precisou de seis meses de teste para ganhar a confiança dos espanhóis. Casemiro deixou o Brasil no início do ano e, depois de algumas apresentações no Castilla, equipe B do Real, convenceu a diretoria a pagar 6,5 milhões de euros (R$ 21,9 mi) ao Tricolor por seus direitos federativos.

Integrante do elenco que conquistou a história décima Liga dos Campeões pelo Real em 2014, título que transformou o clube espanhol no maior campeão europeu, ultrapassando o Milan, Casemiro foi emprestado ao Porto cerca de um ano após sua compra. Nos Dragões, o jogador se firmou sob o comando de Julen Lopetegui e foi um dos destaques da equipe que chegou às quartas de final da última Champions.

O bom momento no Porto, clube no qual marcou quatro gols em 39 aparições, credenciou Casemiro a retornar à Seleção Brasileira, sendo chamado por Dunga para amistosos contra Áustria e Turquia, em novembro passado. Mais do que isso. O brasileiro parece ter provado seu valor e retornou ao Real no início desta janela.

A volta a Madri no início de julho, porém, onerou os cofres merengues. O contrato de empréstimo com o Porto estipulava que, se quisesse contar novamente com o jogador, o Real precisaria desembolsar cerca de R$ 22 mi – valor semelhante ao que pagou ao São Paulo – para reaver os direitos federativos do atleta.

Ao passo que a chegada de Mateo Kovacic oferece mais uma opção a Rafa Benítez para o meio-campo, as saídas de Lucas Silva – emprestado para o Marselha – e Illarramendi – que voltou à Real Sociedad – abrem espaço para Casemiro se configurar como substituto imediato da dupla de volantes titular, composta por Modric e Kroos.

Com vínculo renovado, Casemiro não poderia ter cenário melhor para mostrar serviço. A data Fifa do próximo fim de semana desfalcou o 'internacionalizado' Real Madrid de 16 atletas. Os croatas Kovacic e Modric se uniram à equipe nacional para amistosos contra Azerbaijão, dia 3, e Noruega, dia 6. Já os brasileiros Marcelo e Danilo viajaram aos Estados Unidos para encarar Costa Rica, no dia 5, e Estados Unidos, dia 8.

O costarriquenho Keylor Navas jogará pela Costa Rica contra o Brasil, no sábado, e contra o Uruguai, dia 8. Já os espanhóis Carvajal, Sergio Ramos e Isco se apresentarão a Del Bosque para reforçar a seleção espanhola, que duelará contra Eslováquia e Macedônia pelo Grupo C das Eliminatórias da Eurocopa. Cristiano Ronaldo e Pepe representarão Portugal no dia 4; enquanto Benzema e Varane defenderão a França dia 7.

Kroos se unirá aos atuais campeões mundiais para partidas contra a líder Polônia e a Escócia, pelas Eliminatórias da Eurocopa. Bale, por sua vez, comandará a seleção do País de Gales contra Chipre e Israel tentando credenciar os galeses a participarem da primeira Eurocopa.

 

Copa América

Colômbia não perde há 28 jogos, mas última derrota foi justamente para a Argentina

Seleções se enfrentam neste domingo na final da Copa América

14/07/2024 09h00

Reprodução: Luis Diaz via Instagram

Continue Lendo...

No dia 1º de fevereiro de 2022, a Colômbia sofreu sua última derrota: 1 a 0 para a Argentina. Sem Messi em campo, Lautaro Martínez marcou o único gol do jogo. Desde então, os colombianos disputaram 28 partidas, derrotando grandes equipes e permanecendo invictos. Hoje, às 21h, em Miami, as seleções se enfrentam novamente na final da Copa América.

Naquela Data Fifa, a Colômbia praticamente deu adeus às chances de se classificar para a Copa do Mundo. O time, então dirigido por Reinaldo Rueda, também perdeu para o Peru, e nem as duas vitórias nas rodadas finais foram suficientes para colocá-lo na zona de classificação.

Rueda deixou o comando técnico, e Hector Cardenas, treinador do sub-20, assumiu a seleção em um amistoso até a escolha de Néstor Lorenzo como técnico principal. Lorenzo, ex-auxiliar de José Pékerman por 13 anos, tinha experiência apenas como treinador principal no Melgar (PER).

Lorenzo estreou com três vitórias, depois empatou duas vezes, voltou a vencer mais duas, e enfrentou a poderosa Alemanha em seu primeiro grande teste. Em Gelsenkirchen, Luis Díaz e Cuadrado comandaram a vitória por 2 a 0, levando a Colômbia a 11 jogos de invencibilidade.

Nas arquibancadas do Bank of America Stadium, em Charlotte (EUA), na semifinal da Copa América, os colombianos começaram a acreditar: "sim, nós podemos". A próxima grande vítima foi o Brasil, em Barranquilla (COL), com uma vitória por 2 a 1.

A Colômbia então mostrou sua força em Londres, vencendo a Espanha por 1 a 0, atual finalista da Eurocopa. Esta vitória em um amistoso abriu o ano de 2024 e deu ainda mais confiança ao time para alcançar algo que não acontecia há 23 anos: chegar à final da Copa América.

Para continuar o sonho, a Colômbia precisa superar a Argentina, sua última algoz. Desta vez, com Messi em campo.

Sequência de 28 jogos de invencibilidade

1. Colômbia 3 x 0 Bolívia (Eliminatórias da Copa, 2022)
2. Colômbia 1 x 0 Venezuela (Eliminatórias da Copa, 2022)
3. Colômbia 1 x 0 Arábia Saudita (Amistoso 2022)
4. Colômbia 4 x 1 Guatemala (Amistoso 2022)
5. Colômbia 3 x 2 México (Amistoso 2022)
6. Colômbia 2 x 0 Paraguai (Amistoso 2022)
Início da Era Néstor Lorenzo
7. Colômbia 0 x 0 Estados Unidos (Amistoso 2023)
8. Colômbia 2 x 2 Coreia do Sul (Amistoso 2023)
9. Colômbia 2 x 1 Japão (Amistoso 2023)
10. Colômbia 1 x 0 Iraque (Amistoso 2023)
11. Colômbia 2 x 0 Alemanha (Amistoso 2023)
12. Colômbia 1 x 0 Venezuela (Eliminatórias da Copa, 2023)
13. Colômbia 0 x 0 Chile (Eliminatórias da Copa, 2023)
14. Colômbia 2 x 2 Uruguai (Eliminatórias da Copa, 2023)
15. Colômbia 0 x 0 Equador (Eliminatórias da Copa, 2023)
16. Colômbia 2 x 1 Brasil (Eliminatórias da Copa, 2023)
17. Colômbia 1 x 0 Paraguai (Eliminatórias da Copa, 2023)
18. Colômbia 1 x 0 Venezuela (Amistoso 2023)
19. Colômbia 3 x 2 México (Amistoso 2023)
20. Colômbia 1 x 0 Espanha (Amistoso 2024)
21. Colômbia 3 x 2 Romênia (Amistoso 2024)
22. Colômbia 5 x 1 Estados Unidos (Amistoso 2024)
23. Colômbia 3 x 0 Bolívia (Amistoso 2024)
24. Colômbia 2 x 1 Paraguai (Copa América 2024)
25. Colômbia 3 x 0 Costa Rica (Copa América 2024)
26. Colômbia 1 x 1 Brasil (Copa América 2024)
27. Colômbia 5 x 0 Panamá (Copa América 2024)
28. Colômbia 1 x 0 Uruguai (Copa América 2024)

Com Folha Press 

BR-116

Dunga, capitão do tetra, sofre acidente e capota carro no Paraná

Ex-treinador da seleção estava com a esposa no veículo e tete do bafômetro deu negativo

13/07/2024 21h00

Carro capotou na BR-116, em Campina Grande do Sul (PR)

Carro capotou na BR-116, em Campina Grande do Sul (PR) Divulgação / PRF

Continue Lendo...

Ex-treinador da seleção brasileira, Dunga sofreu acidente e capotou carro neste sábado, 13, na BR-116, próximo a Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná. Capitão do tetra, o ex-jogador estava ao lado de sua mulher, Evanir Verri.

Eles eram os únicos no veículo e foram atendidos ainda no local.

O acidente foi registrado próximo ao km 39 da rodovia. Tanto Dunga como Evanir tiveram ferimentos leves e estavam conscientes durante o atendimento. Eles foram levados ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, próximo ao local do acidente.

O teste do etilômetro foi realizado nas vítimas, com o resultado negativo. O capotamento ocorreu no início desta tarde, às 12h30. As informações são do G1.

Futebol

Dunga foi campeão mundial, como jogador e capitão, em 1994, nos Estados Unidos. A conquista do tetracampeonato completa 30 anos completa 30 anos no dia 17 de julho.

Além disso, comandou a seleção brasileira entre 2006 e 2010, na primeira passagem, e 2015 e 2016.

Como técnico, conquistou a Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009. Além disso, comandou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, quando foi eliminado nas quartas de final pela Holanda. Desde 2016, quando foi demitido pela CBF, o treinador não assume outro trabalho como treinador em sua carreira.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).