Esportes

3 x 1

A+ A-

Ciro desencanta, faz 2 e Fluminense afunda Atlético-PR

Ciro desencanta, faz 2 e Fluminense afunda Atlético-PR

Continue lendo...

Um dos reforços mais aguardados pela torcida do Fluminense para esta temporada, o atacante Ciro, enfim, desencantou pelo clube das Laranjeiras. Na noite desta quinta-feira, o jogador assinalou dois gols e assegurou a vitória por 3 a 1 do clube tricolor sobre o Atlético-PR, no Estádio Engenhão. O resultado positivo dos cariocas afundou ainda mais a equipe rubro-negra na lanterna da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

O resultado negativo no Estádio do Engenhão mantém o clube paranaense com apenas um ponto, na última colocação da Série A. Sem vitórias ainda na elite do futebol brasileiro em 2011, o Atlético-PR, comandado nesta quinta-feira pelo auxiliar Leandro Niehues, já soma uma desvantagem de seis para o Ceará, primeiro clube fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Em contrapartida ao adversário desta noite, que convive com uma péssima situação na competição, o Fluminense, com o resultado positivo, subiu para a sétima colocação na tabela, com 12 pontos. Atual campeão brasileiro, o time dirigido por Abel Braga está quatro tentos atrás do Corinthians, líder da Série A.

Apesar de toda a comemoração pelo ótimo placar, o torcedor do Fluminense não deixou o Engenhão totalmente satisfeito nesta quinta-feira. Grande símbolo da conquista do Brasileiro do ano passado, o argentino Darío Conca pode ter se despedido do clube diante do Atlético-PR. Com uma proposta do futebol chinês, o camisa 11 não escondeu a emoção com os pedidos de "fica" da torcida.

Sem saber se poderá contar com Conca até o final do Campeonato Brasileiro, o Fluminense retornará às atividades somente no próximo dia 10, quando terá pela frente o clássico contra o Flamengo - o confronto contra o Santos, válido pela oitava rodada, acabou adiado por conta de um pedido do time paulista, que cedeu seis jogadores às Seleções principal e Sub-20 (Neymar, Ganso e Elano disputam a Copa América, e Danilo, Alex Sandro e Felipe Anderson defenderão o País no Mundial Sub-20).

Por outro lado, o Atlético-PR volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h30, contra o Internacional, no Estádio Beira-Rio. O clube colorado chegará embalado por conta da goleada por 4 a 0 aplicada sobre o Atlético-MG, em Sete Lagoas, nesta quinta-feira.

O jogo

As duas equipes começaram a partida com bastante cautela, tocando a bola no meio de campo e os dois goleiros quase não trabalhando nos primeiros dez minutos. Com apenas um atacante em suas formações, Fluminense e Atlético-PR encontravam muitas dificuldades na finalização das jogadas.

Aos 19min, o primeiro lance de perigo do clube tricolor. Após cobrança de escanteio batida por Souza, o zagueiro Márcio Rosário cabeceou com perigo, passando perto da trave do goleiro rival. Aos 25 foi a vez do Atlético-PR responder com uma cabeçada perigosa de Cleber Santana, mas sem sucesso.

O Fluminense mostrava mais poder de fogo e levava perigo com as investidas dos meias. Souza, aos 29, mandou uma bomba, assustando o goleiro Márcio. O tricolor também incomodava nos escanteios. Aos 37, Gum cabeceou com força, mas a bola passou pelo lado direito do gol atleticano.

Quando parecia que o primeiro tempo ficaria no 0 a 0, o Fluminense conseguiu dois gols para tranquilizar a torcida, que já estava impaciente. Após rápido contra-ataque, aos 40 min, Souza deu um belo toque para Mariano, que entrou com velocidade na área, cortou o zagueiro adversário e chutou com força, para o fundo das redes de Márcio.

Dois minutos depois foi a vez do estreante Ciro receber belo passe de Marquinho, chutar com categoria, marcar o segundo gol da partida e chorar pela alegria do primeiro tento com a camisa do clube tricolor. Com isso, o Flu ia para o vestiário com dois gols de vantagem.

O Atlético-PR voltou mais disposto para o segundo tempo, mas continuava tendo muitas dificuldades na criação das jogadas. O Fluminense, por sua vez, era mais incisivo no toque final e agredia o adversário com os meias Souza e Conca.

Após um gol na primeira etapa, Ciro mostrou que sua estrela estava realmente brilhando. Aos 13min, após uma bola na trave, a zaga atleticana falhou e o camisa 18 conseguiu pegar um belo chute de primeira para ampliar a vantagem do clube das Laranjeiras. Era o segundo gol do jovem artilheiro na partida.

O gol acabou dando mais tranquilidade ao tricolor, mas o rubro-negro paranaense não se entregava e continuava em cima da zaga rival. O técnico Leandro Niehues resolveu colocar mais força no ataque, colocando Guerrón. O meia Cleber Santana, aos 23min, chegou a assustar o goleiro tricolor com um chute forte.

Com a saída de Ciro para a entrada de um volante no Fluminense, o final da partida mostrou o time do técnico Abel Braga jogando com a vantagem debaixo dos braços, atuando apenas nos contra-ataques e um Atlético-PR desesperado por mais um ponto para sair do incômodo último lugar da tabela.

De tanto insistir, o Atlético-PR conseguiu seu único gol, aos 41 da etapa final, com o jovem Edgar, mas a festa no Engenhão era da torcida do time tricolor, que aproveitou os minutos finais para gritar o nome de Conca e pedir pela sua permanência na equipe, deixando o argentino visivelmente emocionado.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 3 x 1 Atlético-PR

Gols:

Fluminense: Mariano, aos 40min do primeiro tempo; e Ciro, aos 42min do primeiro tempo, e aos 13min do segundo tempo
Atlético-PR: Edigar, aos 41min do segundo tempo

Fluminense
Diego Cavalieri; Mariano, Gum (Elivélton), Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Souza (Valencia), Marquinho e Conca; Ciro (Fernando Bob).
Técnico: Abel Braga

Atlético-PR
Márcio; Wendel, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Cléber Santana, Marcelo Oliveira, Branquinho (Guerrón), Paulo Baier (Edigar) e Madson (Kléberson); Nieto.
Técnico: Leandro Niehues

Cartões Amarelos
Fluminense: Mariano
Atlético-PR: Guerrón e Cléber Santana

Árbitro
Francisco Carlos Nascimento (AL)

Local
Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Com informações da Gazeta Esportiva

Esportes

Operário é eliminado pelo xará paranaense e deixa de receber quase R$ 1 milhão

Jogo tumultuado, e com a rivalidade a flor da pele, as equipes empataram em 0 a 0

29/02/2024 14h20

Continue Lendo...

Em jogo tumultuado, com brigas e expulsões, o Galo de Mato Grosso do Sul, empatou sem gols contra o Operário Ferroviário, do Paraná, e foi eliminado na primeira fase da Copa do Brasil. Com a saída precoce da competição nacional, a equipe sul-mato-grossense deixa de receber R$945 mil. 

O confronto, que aconteceu no gramado do Jacques da Luz, tinha ares de decisão dentro e fora de campo, por causa da partida do ano passado, onde a equipe paranaense foi derrotada por 1 a 0 e eliminada.  

Logo no início da partida, o Fantasma apresentou maior posse de bola, mas o Galo de Campo Grande se segurava na defesa e respondia nos contra-ataques. Na primeira etapa a bola rolou pouco no péssimo gramado do Jacques da Luz, por isso ambas as equipes não economizaram nas jogadas ríspidas e nas confusões, que alimentaram ares de decisão.

Vinicius Eduardo / @eduardofotoms

Com o jogo travado na etapa inicial, o técnico Leocir Dall’astra abriu o time no segundo tempo, já que o empate favorecia os paranaenses. O venezuelano Yuxer Macallyster estreou pelo Galo, porém, rendeu pouco nas oportunidades que teve.  

Com poucas chances de gols, o segundo tempo seguiu muito disputado, briga por posições táticas e muita confusão entre as equipes. Antes do apito final, o zagueiro Júnior Fell acabou deixando o cotovelo no jogador adversário e acabou expulso.  

Após o apito final, os atletas do Operário Ferroviário comemoraram a classificação, enquanto os jogadores e comissão técnica do Galo de Mato Grosso do Sul foram para cima do árbitro para reclamar de lances polêmicos. 

Enquanto os atletas dos clubes reclamavam, o goleiro do Galo, Elissom e membros da comissão técnica do Fantasma entraram em uma briga generalizada na saída do gramado, mas depois de alguns minutos os atletas se abraçaram e nada grave foi registrado.  

Os 2.691 torcedores, resultando na renda estimada de R$ 59 mil, foram embora desapontados pela eliminação.   

Com o resultado, o Operário Ferroviário enfrentará o Villa Nova-MG na segunda fase da Copa do Brasil. O mando de campo é do clube mineiro. 

O Operário de Mato Grosso do Sul foca suas atenções no Campeonato Sul-Mato-Grossense. Líder do grupo A, com 18 pontos, enfrenta a Cobra do Norte no Estádio Laertão, em Costa Rica e garantiu nos cofres do clube, R$787 mil.

Esportes

EUA anunciam amistoso contra seleção brasileira antes da Copa América

Jogo está programado para 12 de junho, na cidade de Orlando

28/02/2024 23h00

Foto: Lucas Figueredo/ CBF

Continue Lendo...

A Federação Norte-Americana de Futebol (U.S. Soccer) anunciou um jogo amistoso contra o Brasil no dia 12 de junho, como parte da preparação para a Copa América, que ocorrerá nos Estados Unidos, a partir de 20 de junho. De acordo com a assessoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a entidade está finalizando os últimos detalhes para divulgar oficialmente a partida.

Divulgação/ 


O Brasil disputa a primeira rodada da fase de grupos da Copa América em 24 de junho, contra Costa Rica ou Honduras pelo Grupo D, que integra também Colômbia e Paraguai.

Ao todo, a competição reunirá 16 equipes: 10 da América do Sul e o restante das Américas do Norte e Central, além do Caribe.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).