Clique aqui e veja as últimas notícias!

CAMPEONATO BRASILEIRO

Com gol contra, Flu ganha por 1 a 0 e impõe a 3ª derrota seguida ao Athletico-PR

Time do Rio de Janeiro chega a sete pontos na tabela de classificação, um a mais que a equipe do Paraná
22/08/2020 18:00 - Estadão Conteúdo


O Fluminense visitou o Athletico-PR neste sábado, na Arena da Baixada, e venceu a equipe de Curitiba por 1 a 0, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. 

O gol da vitória carioca foi marcado contra pelo zagueiro colombiano Felipe Aguilar. É o primeiro triunfo do time do Rio de Janeiro na casa do adversário em cinco anos.

Com isso, o Fluminense chega a sete pontos na tabela de classificação, um a mais que o Athletico-PR. 

O clube paranaense, por sua vez, amarga a terceira derrota consecutiva na competição, após perder para Santos e Palmeiras. O resultado deixa a equipe carioca na sexta posição, imediatamente à frente do concorrente rubro-negro.

Além da sequência negativa, o Athletico-PR ainda tem de enfrentar um drama com sua comissão técnica. 

O treinador Dorival Júnior contraiu o novo coronavírus e não comanda o time na beira do campo desde o jogo contra o Santos, no domingo passado. 

Para piorar, neste sábado, o filho e auxiliar Lucas Silvestre, que vinha substituindo o pai, também testou positivo para a covid-19 Para a partida deste sábado, os donos da casa foram comandados pelo auxiliar Leonardo Porto.

O jogo começou com bastante intensidade do Fluminense, mas o Athletico-PR passou a dominar a posse de bola após cerca de 10 minutos e tentou buscar espaços no campo de defesa do time adversário, sem sucesso.

Entretanto, aos 24 minutos, os visitantes responderam e fizeram gol posteriormente anulado após intervenção do árbitro de vídeo. Egídio cruzou da esquerda, o goleiro Santos salvou após cabeceio de Digão, mas Luccas Claro marcou no rebote. 

O árbitro gaúcho Daniel Nobre Bins foi chamado para revisar o lance com o VAR e, após cerca de dois minutos, anulou o gol de forma polêmica. O juiz viu falta de Digão em Richard. Paulo Henrique Ganso reclamou muito e tomou cartão amarelo.

Aos 32 minutos, o Athletico-PR levou perigo com Vitinho, que bateu pelo lado esquerdo, forçando o goleiro Muriel a boa defesa. Dois minutos depois, Luiz Henrique sentiu e foi substituído por Wellington Silva no Fluminense. 

Logo após a troca, os visitantes voltaram a ameaçar a meta mandante. Em bola roubada, Michel Araújo finalizou cruzado e Santos precisou defender com as pernas. No rebote, Yuri bateu por cima do gol. Foi o prenúncio da pressão carioca no fim do primeiro tempo.

Os cariocas tiveram novo gol anulado aos 37 minutos. Após falta cobrada por Ganso, Luccas Claro cabeceou e Santos voltou a salvar, mas Michel Araújo aproveitou o rebote. Entretanto, Luccas Claro foi flagrado em impedimento na origem da jogada. O VAR confirmou a decisão.

Pouco antes do intervalo, aos 44 minutos, o time da casa respondeu: Richard recebeu por elevação nas costas da defesa do Fluminense e finalizou de primeira, mas a bola saiu à esquerda da meta defendida por Muriel. 

E quem não faz, leva. Nos acréscimos, aos 48, Michel Araújo enfiou boa bola para Yuri Lima, que cruzou rasteiro e contou com a sorte para ver o time do Rio abrir o placar. Zagueiro do Athletico-PR, o colombiano Felipe Aguilar tentou afastar o perigo, mas acabou marcando contra. Desta vez, valeu.

No segundo tempo, o Fluminense seguiu bem e a equipe da casa fez substituições para tentar reagir. Assim, Vinícius Mingotti saiu para a entrada de Walter, que não jogava há 21 meses, desde que estava no CSA. O centroavante emagreceu 23 kg (chegou pesando 117 kg) desde maio.

As trocas surtiram efeito apenas no fim do jogo. Aos 41 minutos, Geuvânio aproveitou rebote e bateu de primeira com a perna direita, mas Muriel, que estava ajoelhado no chão após afastar cruzamento, esticou o braço direito e salvou o Fluminense.

Aos 45 minutos, o goleiro voltou a ser determinante. Após bola cruzada, Lucho González cabeceou no canto, mas Muriel se esticou todo para fazer a defesa. A bola ainda bateu no travessão, mas a defesa afastou para garantir o primeiro triunfo do Fluminense como visitante neste campeonato.

A equipe tricolor volta a campo nesta terça-feira, às 21h30, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o Figueirense. É o jogo de volta da terceira rodada da Copa do Brasil. Na ida, os catarinenses abriram vantagem com vitória por 1 a 0. 

Já o Athletico-PR joga no dia seguinte, às 19 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, contra o São Paulo, em jogo adiantado da 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro.