Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOVO PATAMAR

Corrida Cassems entra para o calendário das meias maratonas

No aniversário de 10 anos, evento terá prova de 21 quilômetros
04/02/2020 08:38 - CAMILA ANDRADE


 

No aniversário de 10 anos da Corrida Cassems, a instituição inova com a introdução da modalidade “meia maratona” na competição. O evento, agendado para 17 de outubro, irá manter as outras modalidades: 5 km, 10 km, e a caminhada de 3km. As inscrições começam no dia 5 de março. 

O evento tem propósito de promover um estilo de vida saudável por meio da prática esportiva, e contará pela primeira vez com a prova de 21 quilômetros. Os organizadores esperam incluir a Corrida Cassems no calendário nacional, com inclusão da meia maratona, que leva o nome de “Cassems 21 km”. 

A meia maratona está de acordo com as regras estabelecidas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e a Federação de Atletismo do Estado de Mato Grosso do Sul, e a corrida chega a um novo patamar rumo a profissionalização, e entra para o roteiro de grandes provas o Brasil com essa modalidade.

O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, explica que a proposta da nova modalidade é comemorar os 10 anos do evento. “A ‘Corrida Cassems’ aperfeiçoa-se à cada edição, marcando a comemoração do Dia do Servidor e movimentos importantes, como Outubro Rosa e Novembro Azul, com o incentivo à prática esportiva e à melhoria da qualidade de vida. Com o apoio de vários patrocinadores, outro objetivo da “Corrida Cassems”  é a arrecadação de 2 quilos de alimentos não perecíveis na entrega dos kits para os atletas que serão designados a fins solidários. 

O percurso terá largada na avenida Fadel Iunes, no Parque dos Poderes, com passagem pelas avenidas Afonso Pena e Via Park e no Parque do Sóter.  As inscrições serão disponibilizadas por lotes no site oficial da Corrida (corridacassems.com.br).

EDIÇÃO ANTERIOR
Na nona edição da corrida, participaram mais de 3 mil atletas. O evento além de levantar as bandeiras do “Outubro Rosa” e “Novembro Azul”, de prevenção ao câncer, também teve a presença do projeto “Pernas Solidárias”, em que pessoas com deficiência puderam fazer o percurso de triciclo, guiadas por voluntários. Contou também com a presença e participação da ex-jogadora de voleibol, Virna Dias. No víes solidário, foram arrecadados 3 toneladas de mantimentos, que beneficiaram várias instituições filantrópicas.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.