Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTE

Cruzeiro anuncia demissão de Ney Franco após empate com lanterna Oeste

A diretoria comunicou a sua demissão momentos depois do empate sem gols
11/10/2020 19:21 - Estadão Conteúdo


Ney Franco não é mais o treinador do Cruzeiro. A diretoria comunicou a sua demissão momentos depois do empate sem gols com o lanterna Oeste, na tarde deste domingo, em Barueri pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

Ele só dirigiu o time sete vezes, com duas vitórias, um empate e quatro derrotas e, por este retrospecto, acabou caindo.

O treinador foi anunciado há um mês para substituir Enderson Moreira. 

"Infelizmente, após essa sequência aí, acabamos de bater um papo no vestiário, não é nem do nosso perfil ter essa conversa no vestiário, mas acho que o momento não tinha como agir de outra forma. Batemos um papo com o Ney Franco de forma muito amigável e resolvemos encerrar o ciclo dele", anunciou o presidente Sérgio Santos Rodrigues no canal oficial do clube no YouTube.

A diretoria vai passar a buscar um nome no mercado a partir de agora. O auxiliar técnico fixo Célio Lúcio, ex-zagueiro do clube, vai comandar os treinamentos nesta semana, quando a delegação vai ficar concentrada em Atibaia até que o clube feche com o substituto de Ney Franco.

"Não existem especulações de nomes, como haviam ventilado. Não há conversa com ninguém, até porque o profissionalismo e o respeito que a gente prega determina que antes a gente converse com o técnico que estava empregado aqui", garantiu o presidente.

Antes de Ney Franco, outros dois treinadores haviam passado pelo Cruzeiro nesta temporada: Adilson Batista e Enderson Moreira, este já no início da Série B. 

Sem ganhar há três jogos, o Cruzeiro tem 12 pontos e é o penúltimo colocado. Primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Botafogo-SP tem 14 pontos.

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!