Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RISCO

Cuca pode perder Luan Peres e Alisson para o clássico com o Corinthians

Luan vai ser julgado, nessa quarta-feira (7), e pode pegar suspensão de 4 a 12 jogos
05/10/2020 20:05 - Estadão Conteúdo


Cada dia surge um problema para o técnico Cuca no Santos. Nesta segunda-feira, o zagueiro Luan Peres foi denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por agressão no lance da expulsão no jogo contra Ceará, em 5 de setembro, no Castelão, em Fortaleza. O jogador vai ser julgado, nesta quarta-feira, e pode pegar suspensão de 4 a 12 jogos.

Luan Peres levou cartão vermelho, após empurrar Samuel Xavier, que havia feito falta em Marinho e reclamado com o atacante santista. O zagueiro foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em "praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente".

Alisson, que também foi expulso contra o Ceará, por causa de uma cotovelada desferida em um adversário, foi denunciado da mesma forma e pode ser suspenso de um a seis jogos. Se os dois tiverem de cumprir pena a lista de desfalques de Cuca para o jogo com o Corinthians, nesta quarta-feira, na Neo Química Arena, ficará enorme.

A dupla de zaga titular formada por Lucas Veríssimo e Luiz Felipe está fora por causa de lesão. Os reservas são exatamente Alison e Luan Peres. Se eles também ficarem de fora, a alternativa do treinador santista será escalar Alex, Derick ou Wagner Leonardo, das categorias de base.

Marinho, que deixou o jogo com o Goiás com uma lesão muscular, é dúvida. Soteldo, convocado para a seleção venezuelana, Carlos Sánchez, lesionado no joelho, e Raniel, com trombose, são desfalques certos, assim como Arthur Gomes, expulso, em Goiânia. O próprio Cuca não estará no banco de servas, pois terá de cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

 
 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...