Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Dybala testa positivo para covid-19 e é o 3º jogador da Juventus infectado

Jogador está bem, não apresenta sintomas e se mantém em isolamento voluntário em sua casa
22/03/2020 03:00 - Estadão Conteúdo


A Juventus informou neste sábado que o argentino Paulo Dybala testou positivo para o novo coronavírus. O clube afirmou que o jogador está bem, não apresenta sintomas e se mantém em isolamento voluntário em sua casa desde o dia 11 de março. Ele está sendo monitorado pelos médicos.

Dybala é o terceiro jogador da Juventus infectado pela covid-19. Além dele, o meia francês Blaise Matuidi e o zagueiro italiano Daniele Rugani também foram diagnosticados com a doença.

"Gostaria de comunicar a todos que acabei de receber os resultados do teste para a Covid-19 e tanto eu quanto Oriana (esposa) demos positivo. Por sorte nos encontramos em perfeito estado. Agradeço a todos pelas mensagens", escreveu o argentino em suas redes sociais.

Os jogadores da Juventus estão confinados em suas casas, já que os treinamentos foram cancelados diante da suspensão do Campeonato Italiano e de todas as competições europeias em razão da pandemia.

A Itália é o segundo país com maior número de casos da covid-19. São mais de 53 mil infectados, atrás apenas da China (81 mil). O país europeu é o primeiro em número de mortes. São quase 5 mil óbitos, sendo 793 confirmados apenas nas últimas 24 horas, um recorde desde o dia em que o primeiro caso foi contabilizado, segundo dados da Proteção Civil. A região da Lombardia é a mais afetada.

Neste sábado, a Itália completou um mês desde a primeira morte por coronavírus. Desde o dia 10 de março, todo o país está em confinamento. Negócios não essenciais foram fechados, viagens foram autorizadas apenas por razões profissionais ou imperativas, e as reuniões estão proibidas.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!