Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COPA DO BRASIL

Em jogo movimentado, Santos vence o Corinthians

Em jogo movimentado, Santos vence o Corinthians
19/08/2015 23:26 - band


O Santos recebeu na noite desta quarta-feira o Corinthians para o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Em uma partida bastante movimentada, o Peixe aproveitou o fator campo e venceu o rival por 2 a 0.

Desde o primeiro minuto de jogo o Santos aproveitou a força de sua torcida e foi melhor. Com um minuto de partida o Peixe já tinha chegado com perigo ao gol de Cássio, que fez grande defesa em chute do lateral Zeca.


O Santos pressionava e o Corinthians apenas se defendia. O Peixe controlava o meio campo e não deixava Renato Augusto e Jadson aparecerem, o que dificultava muito a vida do Timão, que não conseguia se impor em campo.

De tanto pressionar, o gol do Santos acabou saindo. Aos 31 minutos, Lucas Lima fez lindo cruzamento da intermediária e achou Gabriel entrando na área. Livre, o atacante cabeceou para o gol, sem chances para Cássio.

A vida do Corinthians que já não estava fácil, ficou pior aos 35 minutos, quando Luciano se machucou em uma tentativa de ataque. O atacante sentiu o joelho, saiu para receber atendimento, tentou voltar, mas não teve condições de jogo e foi substituído por Vagner Love.

O segundo tempo começou como o primeiro terminou, com o Santos muito melhor e partindo em busca do seu segundo gol. Ricardo Oliveira teve grande oportunidade na frente de Cássio, que saiu bem para fazer grande defesa.

O Corinthians só foi dar o primeiro chute a gol aos sete minutos do segundo tempo com Renato Augusto, mas sem dificuldade para defesa de Vanderlei. Aos poucos o Timão melhorou na partida e conseguiu equilibrar as ações, mas foi o Santos quem voltou a marcar. Aos 33 minutos, Marquinhos Gabriel começou a jogada e recebeu livre dentro da área, na cara de Cássio, tocou com calma no contrapé do goleiro corintiano.

A partida de volta acontece na próxima quarta-feira, na Arena Corinthians. O Santos pode até perder por um gol diferença, ou dois, desde que marque ao menos um.

Felpuda


Com trabalho suspenso, por causa da Covid-19, investigação parou sem ter começado e, agora, dois dos cabeças do grupo de trabalho estão “chovendo no molhado”. Assim, para continuar, digamos, em evidência, vêm divulgando sobre a “firmeza” de ambos em “dar continuidade”, tão logo acabe a pandemia que, assim como os resultados dos trabalhos, são incógnitas que só. Portanto, melhor seria aguardar o desenrolar dos acontecimentos para sair “cantando de galo”.