Esportes
FUTEBOL MS

Estado tem primeiro time indígena no Estadual sub-17

Seinter foi criada em 2012, mas só agora disputa uma competição profissional

Judson Marinho

05/08/2022 10:00

 

A Sociedade Esportiva Indígena Terena (Seinter), clube criado em 2012 na comunidade indígena terena de Dois Irmãos do Buriti, será a primeiro da etnia a disputar o Campeonato Estadual sub-17, torneio profissional de futebol da categoria de base.

Com início marcado para o dia 27, o Estadual sub-17 terá a participação de 23 equipes de todo o Estado, com seis clubes estreando na competição.

A Seinter é uma dessas equipes: faz parte da aldeia indígena Água Azul, onde o futebol sempre esteve presente.

Os maiores adeptos do esporte eram as crianças e os mais jovens, que nasceram nos décadas de 1980 e 1990, e esporadicamente os adultos também entravam na brincadeira.

O tempo foi passando, e os adolescentes da aldeia Água Azul, que jogavam futebol sem muitas pretensões competitivas, começaram a observar que o esporte praticado fora da aldeia, em nível nacional e profissionalmente, era bem padronizado e organizado.

Depois de várias conversas entre os membros da comunidade indígena terena e os amantes do futebol da aldeia, surgiu a ideia, em 2007, de começar a organizar a prática do esporte na comunidade, proporcionando atividades que tirassem os adolescentes do caminho das drogas.

Eber Reginaldo Vitorino, que faz parte da comunidade e é vereador de Dois Irmãos de Buriti e vice-presidente da Seinter, contou ao Correio do Estado o objetivo do grupo.

“Sempre nos espelhamos na vontade e esperança de nossos antepassados, de mostrar à sociedade que não nos conhecia de fato como somos, pois percebíamos como eram muito discriminados os nossos pais, tios e avós”, disse Eber.